Diretor do MCTI, gestor do Ceitec e secretária da Sict participam de reunião-almoço

04/08/23

Empresários do setor eletroeletrônico, gestores públicos e lideranças participaram da reunião-almoço promovida pela Abinee-RS nesta quarta-feira (2) em Porto Alegre. O encontro teve mediação do diretor regional da Abinee, Régis Haubert.

O evento contou com a participação do secretário de Ciência e Tecnologia para Transformação Digital do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Henrique Miguel. Ele destacou que o Rio Grande do Sul é um dos estados com maior número de empresas beneficiárias da legislação de tecnologias da informação e comunicação (TICs), atuando em diversos segmentos, incluindo o de semicondutores. “Desde 2000, o Rio Grande do Sul vem se firmando como um celeiro de cérebros, com capacidade de formar pessoas na área de TICs. Além disso, o estado despontou no setor de semicondutores, com estratégias alinhadas às do MCTI”.

Em seguida, o deputado estadual Miguel Rossetto falou sobre a iniciativa liderada por ele, a Frente Parlamentar da Microeletrônica do RS, cujo objetivo é promover o debate sobre a nova Política Nacional de Semicondutores. Ele destacou que o RS sempre teve papel de destaque na área de microeletrônica e que a ideia é fazer um trabalho que vá além do parlamento gaúcho. “Este é um espaço de colaboração com outras instituições para que se crie um ambiente de debate político permanente para o setor”, disse o deputado.

O gestor do Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec), Augusto Cesar Gadelha Vieira, falou sobre a dinâmica acelerada do mercado internacional de eletroeletrônicos e reforçou que o Brasil não terá uma independência total nesse sentido, mas que é necessário que algo seja feito localmente. “Penso que o governo tenha essa percepção. O Ceitec é um desafio grande porque foi dizimado nesse processo e ficou na UTI sem poder liquidar nem investir durante dois anos”, disse. Gadelha, no entanto, destacou que é possível ao País ter esse papel no desenvolvimento de chips e vê no Ceitec algo que pode interagir com o setor produtivo e com a comunidade acadêmica e científica.

Em seguida, a secretária de Inovação, Ciência e Tecnologia do RS (Sict), Simone Stülp, apresentou o plano estadual de fomento ao setor de semicondutores no estado. As ações voltadas à cadeia de semicondutores foram delineadas a partir de um grupo de trabalho comandado pela Sict e fazem parte do planejamento estratégico da pasta para o ciclo 2023-2026. Segundo ela, existe uma conjuntura que beneficia o amadurecimento desse setor no Rio Grande do Sul, com grandes multinacionais e investimentos recentes, além de incentivos fiscais.

Por fim, o presidente executivo da Abinee, Humberto Barbato, destacou as ações da entidade ao longo do ano. Entre elas, a exposição no Congresso Nacional em comemoração aos 60 anos da Abinee e aos 30 anos da Lei de Informática e o Abinee TEC 2023, que ocorreu durante a FIEE, em São Paulo, além de diversas reuniões ministeriais realizadas pela entidade. Falou ainda sobre o lançamento da Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento da Indústria Elétrica e Eletrônica e lembrou que a Abinee passou a integrar o novo Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial (CNDI). O executivo apresentou ainda dados de desempenho do setor eletroeletrônico brasileiro no primeiro semestre deste ano e indicadores da sondagem de conjuntura no Rio Grande do Sul referente ao mês de junho. Destacou também fatores favoráveis para o segundo semestre, como diminuição nas dificuldades na aquisição de semicondutores, queda da inflação e aprovação da Reforma Tributária na Câmara. “A estimativa para o segundo semestre é de crescimento, que deverá compensar o resultado mais ameno apontado nos primeiros meses deste ano. Com isso, a expectativa para o ano 2023 é de estabilidade para os principais indicadores do setor”, disse.

A reunião-almoço contou ainda com a apresentação de João Baptista Martins, coordenador geral da Santa Maria Design House e professor do Departamento de Eletrônica e Computação da UFSM, e da diretora da HT Micron, Edelweis Ritt.


Informações Adicionais

Oscar Rudy Kronmeyer Filho

Gerente

51 3384.0020

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1439 - 6º andar - 01311-926 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090