Em reunião-almoço da Abinee, empresários conhecem local que será sede do PradoTech, novo parque tecnológico no RS

31/08/2022

/

A Abinee promoveu sua tradicional reunião-almoço nesta terça-feira (30), dessa vez em um local inovador: o PradoTech, parque tecnológico que está sendo construído no Prado Bairro-Cidade, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, que já criou um fundo de investimento em startups em abril com R$ 20 milhões de capital. A abertura e a condução do encontro foi feita pelo diretor regional da Abinee, Régis Haubert.

O presidente do Instituto Prado, Carlos Gerdau Johannpeter, destacou o conceito do empreendimento, que oferece a possibilidade de viver, trabalhar e estudar em um mesmo lugar. Apontou ainda que uma das verticais será a inovação e o desenvolvimento tecnológico. O projeto contará com 30 startups. Johannpeter destacou as parcerias firmadas com Tecnosinos, Tecnopuc e Instituto Caldeira. "O Prado tem no seu DNA a ideia de ajudar e se associar a empresas para criar inovação", disse.

A CEO do PradoTech, Susana Kakuta, enfatizou que a iniciativa é o primeiro parque tecnológico privado do País. Segundo ela, a previsão é gerar 5 mil empregos diretos. Também destacou que o empreendimento já nasce sob o conceito de hélice quádrupla, que engloba empresas, governo, universidade e sociedade civil, e que vai possibilitar às startups utilizarem a infraestrutura não somente do PradoTech, mas também dos demais parques que estão associados. "Este é um ecossistema que nasce com lógica avançada e, para nós, a Abinee é também um parceiro muito importante, com quem sempre interagimos muito", afirmou.

Também fez sua apresentação o diretor do colégio Sinodal do Prado, Tiago Becker. Segundo o gestor, a instituição já conta com 360 alunos e vai oferecer uma formação com ênfase em tecnologia estratégica, língua inglesa, arte e cultura. O prefeito de Gravataí, Luiz Ariano Zaffalon, destacou as medidas que a prefeitura vem adotando para atrair empreendimentos, entre elas, agilidade na liberação de licenças para construção e leis de incentivo. Ainda fizeram suas apresentações Victor Gomes, do Senai, e Luís Fernando Saraiva, da S. Solutions.

Haubert apresentou temas de interesse do setor eletroeletrônico que estão sendo tratados pela Abinee, como a redução da alíquota de IPI frente aos produtos da zona franca de Manaus, o veto ao Projeto de Lei que visava exigir a inclusão de rádio FM nos celulares fabricados no Brasil, o aumento na geração de empregos em nível nacional e o crescimento no faturamento do setor no primeiro semestre deste ano.

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090