Abinee TEC Webinars debate semicondutores e renovação do PADIS

01/04/2022

A Abinee realizou, na quarta-feira (30), o primeiro Abinee TEC Webinars, série de seminários programados durante o ano sobre assuntos de interesse do setor. Esta edição, tratou do tema "A Indústria de Semicondutores: Perspectivas com a Renovação do Padis". O evento contou com a participação do coordenador geral de tecnologias digitais da Secretaria de Empreendedorismo (Sempi) do MCTI, Henrique Miguel.

Na ocasião, ele traçou um panorama sobre o aumento da demanda por componentes, que acelerou principalmente em função da pandemia, e que vem sendo cada vez mais utilizado por diversos segmentos como o automotivo. Por outro lado, ele ressaltou a desestruturação das cadeias produtivas, que ocasionou a escassez mundial desses insumos. Nesse cenário, Miguel trouxe exemplos de países como EUA e outros da União Europeia, que passaram a adotar medidas para atração de investimentos nessa área.

Segundo ele, o Brasil também priorizou ações como forma de estimular o segmento e oferecer um horizonte definido para a oferta de componentes, com destaque para a renovação do Padis até 2026 por meio da Lei 14302/2022. Na ocasião, também foi abordada a atuação da Abinee para a prorrogação do programa. A Associação atuou junto ao Congresso Nacional, em especial aos integrantes da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Indústria Elétrica e Eletrônica, bem como junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, apresentando argumentos visando a atrair para o Brasil novos players para a produção de semicondutores, que passa por um momento delicado em todo o mundo. Adicionalmente, a Abinee apresentou, no processo de alteração da Lei, a necessidade da inclusão, no Padis, de maneira clara dos insumos para a produção local de módulos fotovoltaicos, permitindo aos fabricantes utilizar seus benefícios para produzir esses módulos, de forma competitiva em relação aos módulos importados.

Miguel afirmou que, após a promulgação da Lei 14302/2022, o MCTI está trabalhando na sua regulamentação por meio de Decreto e Portarias, com contribuições do setor privado. “O objetivo e nosso desafio principal é o avanço em medidas mais amplas para criar um ecossistema favorável para tornar o Brasil um player em projetos (IC Desgin) e fabricação de circuitos integrados”.

O representante do governo pontuou que o Brasil, seguindo o exemplo de outros países desenvolvidos, está atuando estrategicamente nas políticas públicas voltadas a eixos como apoio à PD&I, apoio no Capex, desoneração da produção, capital humano de excelência e agilidade logística. “A atração de foundries vai demandar agilidade de todos os níveis de governo e da iniciativa privada”. Nesse sentido, Miguel destacou o grupo de trabalho criado pelo governo, envolvendo representantes da iniciativa privada como a Abinee, academia e outros atores, para criar um plano mais abrangente, considerando as possibilidades e aplicações em diversos segmentos, como forma de acelerar o processo de transformação digital do País.

Durante o Webinar, o diretor da área de Componentes da Abinee e presidente da Smart Modular Technologies, Rogério Nunes, apresentou a visão dessa área sobre a renovação do Padis e as perspectivas para o segmento. Por sua vez, o diretor de Marketing, Sustentabilidade e Novos Negócios da Byd Brasil, Adalberto Maluf, representando o segmento de fabricantes de módulos fotovoltaicos, falou sobre a importância da lista de insumos incluída no Programa, os impactos positivos para a produção no País, com ganho de produtividade, escala e o desenvolvimento tecnológico decorrente dos investimentos em P&D previstos na Lei.

Para acesso ao vídeo do evento e apresentações, entre em contato pelo e-mail eventos@abinee.org.br

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090