Seminário de Cooperação Abinee/BNDES: Financiamento à exportação

09/10/2015

Apoiar a exportação de bens e serviços de alto valor agregado, diversificar a base exportadora do Brasil e expandir a capacidade de geração de renda e emprego no País são objetivos do BNDES apresentados no Seminário de Cooperação Abinee/BNDES, na mesa Financiamento à Exportação.

Abrindo os trabalhos, o embaixador Rubens Barbosa, diretor de Relações Internacionais da Abinee, ressaltou a importância do apoio do BNDES no financiamento à exportação. “O BNDES é parte de um sistema de financiamento à exportação crucial para aumentar e diversificar nossa base exportadora”, afirmou.

Segundo Raquel Duarte, chefe do Departamento da Área de Comércio Exterior, e Tiago Soares, coordenador do Departamento, o apoio do BNDES às empresas exportadoras brasileiras é feito nas fases de pré-embarque dos produtos, para incremento do capital de giro e de pós-embarque, com ações destinadas à comercialização de bens e serviços de fabricação nacional no exterior. O banco financia até 100% do valor exportado, por meio de contratos com o importador. “Além disso, com o Exim Automático - linha de crédito de financiamento a instituições financeiras no exterior – os financiamentos podem ser formalizados de duas maneiras: por meio de contratos entre o BNDES e a instituição financeira devedora no exterior ou pelo desconto de cartas de crédito emitidas fora do Brasil”, disse Raquel Duarte.

“No Exim Automático, os bancos, previamente habilitados, fazem o papel do agente de crédito do contrato de exportação, o que traz segurança para a operação, uma vez que estas instituições têm mais facilidade de perceber o risco dos importadores locais, já que estão mais próximos destes” informou.

Segundo Raquel, os principais mercados dos produtos brasileiros do Exim Automático são Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru e República Dominicana. “De 2011 a 2015, o tíquete médio financiado foi de US$ 1,1 milhão e o setor de equipamentos elétricos está entre os principais segmentos atendidos. Atualmente, são 44 os bancos homologados em 17 países da América Latina, além de 12 bancos em 5 países da África”, concluiu.

Encerrando os trabalhos dessa mesa, Sérgio Bertoloni, gerente de P&D da Sense, apresentou um case de sucesso da empresa que permitiu a exportação de sensores para os Estados Unidos por meio do apoio do BNDES.

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090