Pronunciamento Irineu Govêa no Almoço Anual da Abinee 2018

07/12/2018

Senhoras e Senhores, boa tarde...

Sejam todos bem-vindos ao nosso tradicional Almoço de Final de Ano da Indústria Elétrica e Eletrônica, em especial quero cumprimentar e agradecer a presença dos senhores.

Meus amigos,

A Abinee completou 55 anos em 2018. Durante todas essas décadas, a indústria elétrica e eletrônica instalada no Brasil vem passando por grandes transformações, intensas evoluções e uma gama de dificuldades.

Esse processo teve participação ativa da Abinee como porta-voz deste setor estratégico para o desenvolvimento do País.

Fundada em 1963, a Associação já demonstrou que é nos tempos mais difíceis e importantes da história do Brasil que se sobressai. Foi assim na crise do petróleo, nos períodos de hiperinflação, na transição democrática, na Constituinte de 1988, na elaboração do Código de Defesa do Consumidor, na abertura comercial, nas privatizações, na crise energética e nas discussões sobre a implementação da Lei de Informática, marco regulatório do setor elétrico, uma lista interminável para a qual a Abinee deu sua contribuição.

Exemplos mais recentes são a defesa da política industrial do setor frente à ação movida pela União Europeia e o Japão contra o Brasil na OMC; a batalha pela manutenção da Lei do Bem, na qual a entidade atuou tanto no Legislativo, quanto no Judiciário.

Em todos esses episódios, a Associação vem ganhando espaço com uma interlocução constante com as autoridades, sendo firme em suas convicções e na defesa dos pleitos legítimos do setor eletroeletrônico.

Além da busca para vencer as adversidades, a Associação também procura sempre olhar adiante e está à frente das discussões sobre a 4ª Revolução Industrial. Recentemente, nos reunimos com representantes do presidente eleito Jair Bolsonaro e apresentamos uma série de medidas para aproveitar a nova onda tecnológica impulsionada pela Internet das Coisas e pela Manufatura Avançada, que coloca o setor eletroeletrônico como elemento-chave. Entendemos que, com o avanço da indústria 4.0 no Brasil e no mundo, há um considerável ganho em produtividade, com a utilização de sistemas da Robótica moderna, que possibilitam maior eficiência no processo industrial.

Também repassamos nossos pleitos em relação à Lei de Informática, além da preocupação com a abertura de mercado, que deve ser gradual, planejada e acompanhada por reformas estruturais que garantam a competividade do setor industrial. Na ocasião, ressaltamos ainda que o coeficiente de penetração das importações no setor elétrico e eletrônico atingiu 44,6% em 2017, enquanto esse índice na indústria em geral está em 17%.

Representando a indústria elétrica e eletrônica, segmento portador da inovação e do desenvolvimento tecnológico, a Abinee trabalha todo dia para construir o futuro.

Para finalizar, quero aproveitar a oportunidade para agradecer aos colaboradores da Abinee, aos meus companheiros de diretoria e, em especial, ao nosso presidente executivo, Humberto Barbato, por sua dedicação e empenho nos encaminhamentos dos temas de interesse da Abinee.

Em 2019, isso não será diferente!

Muito obrigado!

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090