Rodadas de negócios durante a FIEE devem movimentar R$ 17 milhões

28/07/2017

O Projeto Comprador do Programa Electro-Electronic Brasil, realizado ontem, dia 26, durante a 29ª edição da FIEE – Feira Internacional da Indústria Elétrica, Eletrônica, Energia e Automação, deve gerar R$ 17 milhões em negócios nos próximos 12 meses. Com a proposta de fomentar o comércio externo do setor eletroeletrônico, a iniciativa promoveu 76 encontros de negócios, com 22 empresas e sete compradores internacionais, provenientes de países, como Argentina, Chile, Colômbia e Equador.

Com a curadoria da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) e da APEX-Brasil, a ação oferece a oportunidade de encontrar potenciais fornecedores, criar parcerias e aumentar o poder de negociação das empresas por meio de um relacionamento direto em reuniões direcionadas e estratégicas.

Este foi um dos fatores que levou o gerente de exportação da Sintex Indústria de Plásticos, Fábio Adriano Lehn, a participar da rodada de negócios. “A nossa empresa estava buscando a internacionalização e começamos a fazer isso sozinhos. No entanto, vimos que precisávamos de projetos que nos ajudassem a fomentar a comercialização e o Projeto Comprador vem ao encontro das nossas necessidades. É um formato excelente, pois podemos atender diferentes países sem sair do Brasil e a seleção das empresas compradoras é muito criteriosa, com demandas já direcionadas em cada reunião”, explica.

Para Raul Gonzalez, representante companhia elétrica argentina Edenor - Empresa Distribuidora e Comercializadora Norte S.A., com sede em Buenos Aires, os contatos feitos durante o Projeto Comprador vão trazer negociações futuras. “Esse projeto é muito importante para nós porque nos atualiza com as últimas tecnologias, justamente num período em que estamos trabalhando com uma tarifa muito delimitada e precisamos atualizar nossa cadeia de distribuição. Com certeza, teremos muitos efeitos positivos depois da FIEE e os contatos vão trazer boa contribuição para negócios futuros”, enfatiza.

“Foi uma experiência interessante e conheci fornecedores muito éticos e com muito conhecimento técnico sobre seu produto. No Brasil, há empresários competitivos que pode triunfar em outros países porque oferecem qualidade e ótimo custo benefício. Posso destacar também que a feira é muito organizada, com uma oferta grande de produtos para os diversos setores, principalmente energia e elétrica, com apresentação de muitas novidades tecnológicas”, relata o empresário José Luis Hidalgo Villa, do Equador.


Informações Adicionais

Giselle Hipólito

Gerente de Relações Internacionais

11 2175-0070

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090