BNDES quer apoiar projetos de infraestrutura e PMEs

08/10/2018

O BNDES está passando por mudanças de processos para conferir maior agilidade em suas operações, além de criar novas linhas diferenciadas com aderência às necessidades de pequenas e médias empresas e para apoiar projetos de infraestrutura. A afirmação é do presidente do banco, Dyogo Oliveira, que participou da Reunião Plenária da Abinee, realizada no dia 5 de outubro.

“Temos que recuperar a capacidade de elaborar bons projetos em infraestrutura, que é base para o crescimento. O BNDES está capitalizado e com vontade de emprestar para liderar essa retomada”, afirmou. Nesse sentido, ele informou que um pacote de rodovias e um de iluminação pública já foram fechados.

Também destacou outras iniciativas em andamento, como a ampliação dos recursos destinados à Internet das Coisas, além da criação da Linha Produtividade - como forma de estimular a modernização do parque industrial – e da Linha Pré-Embarque, em dólares, a fim de estimular as exportações diminuindo o risco cambial.

O presidente executivo da Abinee, Humberto Barbato, destacou a parceria com o BNDES, informando sobre a atuação do Posto de Informações mantido pela Associação. Ele salientou ainda que em breve a Abinee realizará em parceria com o banco um evento específico para apresentação das novas ações.

Em sua apresentação, o presidente do BNDES também ressaltou que o Brasil precisa superar a armadilha ideológica e discutir soluções práticas para os problemas reais. Segundo ele, o País está debatendo temas como liberalismo e desenvolvimentismo, enquanto o problema é a eficiência do Estado. “Parece que estamos ainda na era pós-industrial. Temos que discutir temas modernos relacionados à era digital, que vai transformar as formas de produção e consumo”, destacou. Ele acrescentou que o setor eletroeletrônico está no âmago desse processo.

Oliveira afirmou que o Brasil tem oportunidades para crescer nos próximos anos por uma confluência de fatores, principalmente puxado por uma retomada das exportações de commodities e retorno de fluxo de capitais e investimentos estrangeiros diretos.

Cenário econômico: Opções para o futuro

Coordenada pelo presidente do Conselho de Administração da Abinee, Irineu Govêa, a Reunião Plenária contou com a participação do economista Celso Martone. Ele traçou cenários econômicos para o País em um horizonte de médio prazo (2019-2026), tomando por base a plataforma dos principais candidatos à Presidência da República.

Veja a íntegra da apresentação

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090