Financiamento do BNDES a luminárias LED também deve estimular microeletrônica

03/06/2015

O BNDES realizou, no dia 3 de junho, reunião para apresentar critérios, procedimentos e parâmetros estabelecidos para a metodologia para inclusão de luminárias LED no Credenciamento de Fabricantes Informatizado (CFI) do banco, com o objetivo de atender à Parceria Público-Privada estabelecida pelo Município de São Paulo para trocar toda a iluminação pública da cidade, o maior parque de iluminação do País, com atualmente cerca de 620 mil lâmpadas.

O assessor de coordenação da Abinee, Roberto Barbieri, acompanhou o evento. Durante a reunião, foi destacado que o BNDES vê o financiamento às luminárias LED de iluminação pública como uma grande oportunidade para estimular o desenvolvimento da microeletrônica no país, promovendo o adensamento tecnológico com a formação de parcerias entre fabricantes de luminárias, de módulos eletrônicos (LED, driver e comunicação) e de componentes semicondutores. Neste sentido, as luminárias deverão atender requisito de conteúdo local de circuitos integrados desde o projeto, desenvolvimento e encapsulamento.

Segundo o BNDES, o objetivo é que a iniciativa sirva como base para uma regra de credenciamento mais ampla para o financiamento de luminárias LED para usos em iluminação pública e industrial. O banco destacou que a utilização destas luminárias atende vários requisitos de eficiência energética, preservação do meio ambiente e melhoria do serviço público.

Mais informações:

Regras para o credenciamento e financiamento de equipamentos de iluminação

Credenciamento de máquinas, equipamentos, sistemas e componentes)

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090