Déficit da balança do setor eletroeletrônico cresce 19% até julho

17/08/2018

O déficit da balança comercial dos produtos elétricos e eletrônicos somou US$ 15,5 bilhões no primeiro semestre do ano, 19% acima do registrado em igual período de 2017 (US$ 13 bilhões). Segundo dados da Abinee, o resultado é fruto das importações que cresceram 15,3%, registrando US$ 18,8 bilhões, e das exportações que totalizaram US$ 3,23 bilhões, 0,8% abaixo das realizadas em igual período do ano anterior.

No acumulado do ano, as vendas externas dos diversos produtos do setor apresentaram movimentos opostos. Foram observadas quedas significativas nas vendas externas de Material Elétrico de Instalação (-28,2%) e de Equipamentos Industriais (-23,3%), paralelamente a aumentos expressivos nas exportações de bens de Informática (+30,3%) e de Automação Industrial (+18,3%).

Nas importações, os maiores incrementos ocorreram nas áreas de Informática (+29,3%), Utilidades Domésticas (+26,2%) e GTD (+26,1%).

No mês de julho, as exportações de produtos eletroeletrônicos somaram US$ 430,9 milhões, 5,7% abaixo das atingidas no mesmo mês do ano passado. As vendas externas de bens da área de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica - GTD - apontaram a maior taxa de retração (-20,3%). Já as importações somaram US$ 2,66 bilhões no mês de julho de 2018, 11,9% acima das atingidas em julho do ano passado.

Acesse a Balança de julho na íntegra.

 

Informações Adicionais

Luiz Cezar Elias Rochel

Gerente de Economia

11 2175-0030

Informações Imprensa

Jean Carlo Martins

Assessor de Comunicação

11 2175-0099

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090