Novas Diretorias da Abinee e Sinaees-SP tomam posse

28/04/2015

Em cerimônia realizada na segunda-feira (27), as Diretorias Plenas e os Conselhos Fiscais da Abinee e Sinaees-SP, eleitas nos dias 30 e 31 de março, tomaram posse para o mandato relativo ao quadriênio 2015-2018. O evento reuniu executivos das empresas do setor eletroeletrônico e representantes das mais diversas esferas governamentais.

As diretorias das duas entidades são encabeçadas por Irineu Govêa, executivo do Grupo Itautec, que passa a presidir os Conselhos de Administração da Abinee e Sinaees-SP, recebendo os cargos, respectivamente, de Newton Duarte e Dorival Biasia. Em seu pronunciamento, ele afirmou que a responsabilidade de assumir as entidades é ainda maior diante do quadro de desindustrialização pelo qual o país passa nos últimos anos, e diante da atual instabilidade econômica que dificulta o dia-a-dia das nossas empresas e da sociedade. "O atual ajuste fiscal implantado pelo governo, embora necessário, não pode perder de vista o apoio à produção local, aumento das exportações e a geração do emprego", enfatizou.

Segundo Govêa, a competitividade da indústria, já fortemente afetada pela falta de infraestrutura e pela nossa carga fiscal, sofre agora mais com o aumento das alíquotas da desoneração da folha de pagamentos, o decreto nº 8426, que restabelece o PIS Cofins sobre as receitas financeiras, e a redução do percentual de ressarcimento do Reintegra. “Estas ações definitivamente não contribuirão com o aumento da nossa produção interna, nem mesmo para amenizar o alarmante déficit da balança comercial da indústria brasileira, que, no nosso setor, chegou à casa dos 35 bilhões de dólares no ano passado, observou. Para o presidente do Conselho da Abinee e do Sinaees-SP, o setor industrial necessita de condições para aumentar a produção interna, com a consequente redução das importações e de um programa de política externa que promova o crescimento das exportações.

Irineu Govêa destacou, também, que no campo político, é preciso que os poderes executivo e legislativo estabeleçam um ambiente de diálogo construtivo que permita a adoção de medidas que caminhem para uma convergência em prol do desenvolvimento do país. “É importante frisar que temos plena confiança que este necessário entendimento acontecerá, e que o Brasil conseguirá superar a atual crise de confiança, usando todas as suas potencialidades para promover a geração de emprego e renda e o consequente crescimento do país”, completou.

Humberto Barbato, que permanece ocupando o cargo de Presidente Executivo da Abinee e do Sinaees-SP, destacou que o país passa por mais um momento de instabilidade, fenômeno com o qual afirmou ter convivido mais diretamente à frente das entidades, desde sua posse em 2007, e que vem se repetindo ano após ano. “Os poucos momentos de estabilidade, onde o país parecia que tinha entrado num ciclo virtuoso de crescimento, logo foram apagados, pois não aproveitamos momentos mágicos de crescimento mundial para implementar medidas estruturais e de longo prazo com vistas ao desenvolvimento sólido e sustentado”, disse.

Ele afirmou também que, nos últimos anos, o país convive com um processo de desindustrialização, acelerado por uma politica cambial suicida, que ceifou diversas cadeias produtivas no país. “Aliás, denunciei este processo em 2007, em meu discurso de posse, dizendo que o câmbio sobrevalorizado de forma irreal, e a estratosférica taxa de juros, estavam corroendo a capacidade de competir da nossa indústria”, ressaltou.

Segundo Barbato, o cenário que se desenha para os próximos anos não é dos mais promissores. Os ajustes que estão sendo implementados pelo atual governo precisam preparar o país para um próximo ciclo de desenvolvimento, porém sem prejuízos para a atividade produtiva, tão castigada por equívocos da política econômica brasileira. "Quero reforçar o que eu disse em 2007. Sem abrir mão da força de sua indústria, o Brasil tem que eliminar os já conhecidos gargalos do crescimento", disse.

Leia a íntegra do pronunciamento de Irineu Govêa

Leia a íntegra do pronunciamento de Humberto Barbato

Representatividade e parceria com o setor público

Durante a cerimônia, as autoridades presentes destacaram a representatividade das entidades e sua atuação junto aos poderes públicos.

O presidente emérito da Fiesp e Conselheiro emérito da CNI, Carlos Eduardo Moreira Ferreira, afirmou ver com bons olhos a profissionalização das entidades empresariais, como forma de fortalecer sua representação. “Não adianta mais fazer ofícios, chorar, o que precisamos é de ação”. Ele ressaltou, também, a necessidade de união dos empresários para a defesa de seus pleitos.

O Secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Sepin/MCTI), Virgílio Almeida, destacou que o governo está comprometido com o desenvolvimento do setor de TICs, oferecendo instrumentos-chave para a atividade do segmento, entre eles, a Lei de Informática e Lei do Bem, que dão um horizonte mais amplo para as empresas. “Apesar das dificuldades na economia, o setor digital cresce acima da média”, disse. Ele completou que o MCTI continuará atuando em conjunto com a Abinee para o encaminhamento de medidas de estímulo ao setor.

Representando o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Armando Monteiro Neto, o secretário executivo, Ivan Ramalho, destacou a intensa relação que a Abinee tem mantido com a pasta nas áreas de política industrial, inovação e comércio exterior. Sobre o último caso, Ramalho lembrou que a entidade, juntamente a outras associações industriais está contribuindo com o Plano de Exportação, que está sendo gestado pelo MDIC e que deverá ser anunciado em breve. “Este é um programa que está sendo feito a quatro mãos, com a participação do governo e do setor privado”, disse. Ivan Ramalho acrescentou que em um cenário de dificuldades e contração do mercado interno, exportar é uma saída importante e deve ser prioridade.

Também destacando a necessidade de atuação do setor privado junto ao poder público, com vistas ao desenvolvimento, o Secretário de Estado de Energia de São Paulo, João Carlos Meirelles, afirmou que apesar dos dramas e dificuldades do setor eletroeletrônico persistirem, esta indústria possui uma enorme competência instalada, que deve ser utilizada, por exemplo, para o enfrentamento da crise elétrica.

Meirelles elencou diversas ações do governo como o incentivo à construção de um gasoduto para transportar o gás do pré-sal até São Paulo pela iniciativa privada, e o estimulo à geração de energia a partir do bagaço da cana de açúcar e de fonte solar – neste último caso, adiantou que o governo estadual anunciará a redução de impostos para todos os equipamentos do segmento de energia fotovoltaica. “É indispensável que a indústria elétrica e eletronica seja parceira nesse processo com críticas e propostas concretas”, completou.

Fotos

Conheça abaixo a constituição das novas diretorias da Abinee e do Sinaees-SP:

Diretoria Plenária Abinee - Quadriênio 2015-2018

Presidente Irineu Govêa (Itautec S/A).
1º Vice-Presidente Ricardo Lamenza (Siemens Ltda.)
2º Vice-Presidente Gilberto de Almeida Peralta (General Electric do Brasil Ltda.)
3º Vice-Presidente Rafael Paniagua Merchán (ABB Ltda.)
Vice-Presidentes Aluizio Bretas Byrro (Nokia Solutions and Networks do Brasil Telecomunicações Ltda)
Antonio Hugo Valério Junior (Hewlett-Packard do Brasil Ltda.)
Harry Schmelzer Junior (WEG S.A.)
Regis Sell Haubert (Exatron Indústria Eletrônica Ltda.)
Ricardo Vinhas Correa da Silva (Orteng Equipamentos e Sistemas S/A).
Wilton Ruas da Silva (Oki Brasil)
Yong Ho Lee (Samsung Eletrônica da Amazônia Ltda.)
Secretário Geral Jorge Eduardo Suplicy Funaro (Flextronics International Tecnologia Ltda.)
1º Secretário Luiz Claudio Farias Carneiro (Motorola Mobility Comércio de Produtos Eletrônicos Ltda.)
2º Secretário Alessandra de Sá Del Debbio (Microsoft Informática Ltda.)
Tesoureiro Geral Newton José Leme Duarte (Cerâmica Santa Terezinha S.A.)
1º Tesoureiro Paulo Cesar Pereira da Silva (PHB Eletrônica Ltda.)
2º Tesoureiro Raul Victor Groszmann (Rockwell Automation do Brasil)
Diretores Ailton Ricaldoni Lobo (Clamper Indústria e Comércio S.A.)
Alessandro Quattrini (Ericsson Telecomunicações S.A.)
Alexandre Magno d’Assunção Freitas (Controle Engenharia e Instalações Ltda - Grupo CEI)
Angelo José Barros Leite (Serttel Ltda.)
Antonio Donizetti Poiani (Tecumseh do Brasil Ltda.)
Candido Norberto Dall Agnol (Epcos do Brasil Ltda.)
Cássio Chamecki (Positivo Informática S/A.)
Eduardo Paoliello (Nansen S.A. – Instrumentos de Precisão)
Giuseppe Sidrim Marrara (Cisco do Brasil Ltda.)
Igor Salaru (Ica Telecomunicações Ltda.)
João Carro Aderaldo (Schneider Electric Brasil Ltda.)
Jorge Salomão Pereira (Padtec S.A.)
Luciano Cardim de Araújo (Motorola Solutions Ltda.)
Luiz Roberto Ruas (3M do Brasil Ltda.)
Marco Antônio Dias Ribeiro (Sweda Informática Ltda.)
Marco Antonio Ginciene (Tyco Electronics Brasil Ltda.)
Marcus Coester (Coester Automação Ltda.)
Nelson Luis de Carvalho Freire (Ecil Informática Indústria e Comércio Ltda.)
Rogério Duair Jacomini Nunes (Smart Modular Technologies Indústria de Componentes Eletrônicos Ltda.)
Rudinei Suzin (Inova Sistemas Eletrônicos Ltda.)
Conselho Fiscal
- Efetivos
Feres Macul Neto (Emicol Eletro Eletrônica S/A.)
Guilherme Marco de Lima (Whirlpool S.A.)
Rosana dos Santos Galvão (Dell Computadores do Brasil Ltda.)
Conselho Fiscal
- Suplentes
Dorival Biasia (Gisamar Usinagem Ltda.)
João Everton de Souza (Eaton Ltda.)
Nély Cristina Leite Nunes Di Bisceglie (Sony Mobile Communication do Brasil Ltda.)

Diretoria Plenária Sinaees-SP - Quadriênio 2015-2018

Presidente Irineu Govêa (Itautec S/A.)
1º Vice-Presidente Claudio Lourenço Lorenzetti (Lorenzetti S/A Indústrias Brasileiras Eletrometalúrgicas)
2º Vice-Presidente André Luis Saraiva (Rondopar Energia Acumulada Ltda.)
3º Vice-Presidente Paulo Gomes Castelo Branco (NEC Latin América S/A.)
Secretário Geral Dorival Biasia (Gisamar Usinagem Ltda.)
1º Secretário Antonio Eduardo de Souza (Pial Legrand GL Eletro-Eletrônicos Ltda.)
2º Secretário José Américo Tadeu Nunes (ABB Ltda.)
Tesoureiro Geral Newton José Leme Duarte (Cerâmica Santa Terezinha S.A.)
1º Tesoureiro Paulo Cesar Pereira da Silva - (PHB Eletrônica Ltda.)
2º Tesoureiro Raul Victor Groszmann - (Rockwell Automation do Brasil)
Diretores Alline Miranda Botrel Smid(Philips do Brasil Ltda.)
Antonio Celso da Fonseca Spiniella (Sense Eletrônica Ltda.)
Antonio Donizetti Poiani (Tecumseh do Brasil Ltda.)
Carlos Augusto Alves Merquior (Black & Decker do Brasil Ltda.)
Edmundo Neder (Alcatel-Lucent Brasil S/A.)
Edward James Feder (Elgin S/A.)
Guilherme Marco de Lima (Whirlpool S.A.)
José Carlos Fragalle(Newpower Sistemas de Energia S/A.)
Roberto Perez (Zilmer Ineltec Construções Elétricas Ltda.)
Conselho Fiscal
- Efetivos
Alessandro Quattrini (Ericsson Telecomunicações S.A.)
Igor Salaru (Ica Telecomunicações Ltda.)
Ricardo Lamenza (Siemens Ltda.)
Conselho Fiscal
- Suplentes
Jorge Eduardo Suplicy Funaro (Flextronics International Tecnologia Ltda.)
Nelson Luis de Carvalho Freire (Ecil Informática Indústria e Comércio Ltda.)
Rogério Duair Jacomini Nunes (Smart Modular Technologies Indústria de Componentes Eletrônicos)
 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090