Encontro Anual reúne industriais e autoridades

04/12/2020

A Abinee realizou, na sexta-feira (4), o Encontro Anual da Indústria Elétrica e Eletrônica, que, neste ano, em razão da pandemia, ocorreu de forma online. Mesmo em novo formato, o evento contou com a participação de representantes dos Poderes Legislativo e Executivo, além de outras autoridades e representantes de federações industriais.

Participaram do evento o vice-presidente da República, Hamilton Mourão; o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes; o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; o secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa; e o secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Vitor Menezes, entre outros.

Na abertura do evento, o presidente do Conselho de Administração da Abinee, Irineu Govêa, destacou que, durante a pandemia, o setor eletroeletrônico tem dado mostras de que consegue resistir às condições mais adversas, dando continuidade ao trabalho e mantendo a produção em suas fábricas adaptando-se à nova realidade a fim de trazer proteção aos nossos trabalhadores. Leia o pronunciamento completo

O presidente executivo, Humberto Barbato, fez um balanço do ano, ressaltando os impactos da Covid no setor, o processo de recuperação e a interlocução da Abinee com o poder público. Segundo ele, a pandemia evidenciou ainda mais a importância estratégica do setor para a economia brasileira, mas também trouxe inúmeros desafios e imprevistos. "Temos alguns pontos que precisam ser trabalhados não apenas para aprimorarmos o ambiente produtivo interno como para transmitir aos investidores externos a segurança jurídica fundamental na decisão do investimento".

Leia a íntegra do pronunciamento de Humberto Barbato

Em sua mensagem, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou que a indústria elétrica e eletrônica é um referencial de tecnologia, contribuindo com diversas soluções para o enfrentamento da pandemia, além de ter caráter estratégico na inserção do Brasil na era do 5G.

Na mesma linha, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, também ressaltou a importância do setor no contexto da pandemia. Elencou ainda algumas ações da pasta como a regulamentação da Política de TICs e do Padis - esta última em fase de aprovação. “O setor eletroeletrônico é essencial para a recuperação econômica do País”, afirmou.

A participação do setor no contexto da pandemia, principalmente a área de telecomunicações, também foi exaltada pelo secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Vitor Menezes. Segundo ele, essa infraestrutura contribuiu para o acesso da população Auxilio Emergencial. Menezes salientou algumas ações do governo no sentido de apoiar a atividade desse segmento. Entre elas, abordou os investimentos do Funttel, que foram quatro vezes maior do que a média anual. Citou o PL 172, que trata do Fust e que se encontra à espera de sanção presidencial. Segundo ele, esse tema é esperado há 10 anos pelo setor e deve contribuir para investimentos anual de R$ 1 bilhão. Menezes tratou ainda da desoneração promovida no âmbito do Fistel para aplicações em IoT.

O ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, enumerou as diversas iniciativas em andamento sob condução do Itamaraty, como as negociações de acordos comerciais, parcerias de intercâmbio tecnológico entre outros. Ressaltou também o Programa Electric-Electronic Brazil, mantido em parceria entre Abinee e Apex, para a promoção das exportações brasileiras.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, ressaltou as políticas e programas para a recuperação dos indicadores energéticos. Destacou a importância do setor eletroeletrônico no processo de digitalização e inovação na produção e consumo da energia, promovendo maior eficiência na utilização dos recursos naturais.

O presidente da Anatel, Leonardo Euler, tratou da agenda regulatória realizada pela agência durante 2020 e que deve ser ampliada em 2021, como forma de diminuir o impacto burocrático na homologação de produtos. Também salientou as ações de combate aos equipamentos não homologados. Euler afirmou ainda que, no próximo o ano, o País avançará no edital das faixas de frequência para a implementação do 5G. Segundo ele, o modelo adotado será não arrecadatório, o que possibilitará maior volume de investimentos.

Os deputados Marcos Pereira (Presidente da Frente presidente da Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento da Indústria Elétrica e Eletrônica), Bilac Pinto, Marcelo Ramos e Vitor Lippi destacaram a interlocução com a Abinee em defesa dos temas de interesse do setor que tramitam no Congresso. Entre os pontos, foram abordadas a Política de TICs, as discussões sobre a reforma tributária, além de medidas que visam à melhora no ambiente de negócios.

O Encontro da Abinee também contou com mensagens do governador do Estado de São Paulo, João Doria; do governador do Estado de Minas Gerais, Romeu Zema; do governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; e do secretário-executivo de atração de Investimento e Energia de Pernambuco, Felipe Mançano, representando o governador Paulo Câmera.

O evento também teve depoimentos do presidente da CNI, Robson Braga de Andrade; do presidente da Fiesp, Paulo Skaf; do presidente da Fiergs, Gilberto Porcello Petry; do presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar; do presidente da Fiemg, Flávio Roscoe; do presidente da Fiep, Carlos Valter Martins Pedro; do presidente da Fiepe, Ricardo Essinger; e do presidente da Fieam, Antonio Carlos da Silva.

Homenagem a Julio Semeghini

Durante o Encontro, a Abinee homenageou Julio Semeghini por sua inestimável contribuição para o setor eletroeletrônico, seja como secretário estadual, deputado ou à frente de secretarias do poder Executivo Federal. Ao agradecer a estatueta entregue por Humberto Barbato, Semeghini fez um histórico de sua atuação nas causas do setor de TICs.

A homenagem também contou com depoimentos do secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Paulo Alvim, e do diretor do Departamento De Ciência, Tecnologia e Inovação Digital, José Gontijo.

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090