Terceirização: fundamental para a competitividade na indústria

21/03/2017

Há muito tempo, a Abinee tem alertado para a necessidade de modernização da retrógrada legislação trabalhista, inadequada para o contexto econômico atual. A falta de regulamentação da terceirização gera insegurança a empresas e empregados prestadores de serviços, colocando em risco milhões de empregos formais em toda a economia.

Neste sentido, a Abinee defende a aprovação do projeto de lei 4302/98, que regulamenta a terceirização, que deve ser votado pela Câmara dos Deputados ainda nesta semana, por considerar que este é o caminho para estimular a atividade produtiva e o emprego no longo prazo.

A Abinee entende que a medida não implica a precarização das condições de trabalho. Pelo contrário, este regime traz inúmeras vantagens para toda a sociedade, permitindo a especialização da produção e consequente redução de custos, a geração de mais empregos e o aumento do salário líquido do trabalhador. Com a terceirização, os bens e serviços ganham mais qualidade, tecnologia, eficiência e melhor atendem às necessidades dos consumidores.

Portanto, a Abinee é favorável à terceirização realizada com responsabilidade e segurança para trabalhadores e empresas.

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090