Alteração em conteúdo local transfere empregos para outros países

03/03/2017

A Abinee, como representante do setor eletroeletrônico fornecedor do segmento de petróleo e gás, repudia a decisão do Governo de reduzir os índices de Conteúdo Local, o que causará impactos à capacidade produtiva e de geração de empregos no País.

Ao lado de 14 entidades que representam cerca de 200 mil empresas e milhões de trabalhadores, a Abinee integra o Movimento Produz Brasil que foi criado com o objetivo de atuar na retomada do crescimento econômico e na recuperação da atividade industrial.

Os representantes da indústria reivindicam que os índices de Conteúdo Local segreguem bens de serviços e que sejam condizentes com a capacidade produtiva do País, que já acumulou experiência e tecnologia suficientes para atender o mercado de petróleo dentro dos padrões internacionais.

A indústria brasileira apoia a racionalização do Conteúdo Local, mas não aceita que ela seja descaracterizada com índices globais e extremamente baixos, legando à sociedade brasileira apenas serviços de baixo valor agregado. Políticas públicas não podem ser boas apenas para um grupo de meia dúzia de empresas petrolíferas e prejudicar todo o País.

A grave situação por que passa a Petrobras, e por extensão o setor de petróleo e gás como um todo, não originou-se na política de Conteúdo Local. A razão é de conhecimento público e alvo de investigações veiculadas dia após dia nos meios de comunicação.

Dessa forma, o que está sendo proposto pelo Governo pode alijar muitos fabricantes instalados no País desse mercado. No caso do setor eletroeletrônico, ficará comprometida toda a área de Automação, Equipamentos Industriais, GTD (Geração, Transmissão e Distribuição) e Telecomunicações, onde está a tecnologia dos projetos.

Nesse momento de crise, ao invés de apoiar a sua indústria como um fator essencial para a retomada do desenvolvimento, o País opta pelo caminho inverso. O resultado disso será a corrosão de cadeias produtivas e, o que é pior, a transferência de empregos para outros países. Quem paga é o Brasil!

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090