Abinee à frente do Comitê de Avaliação da Conformidade

28/03/2014

Em reunião realizada na quarta-feira (26), o gerente do departamento de tecnologia da Abinee, Fabián Yaksic, e o Diretor da ABNT, Ricardo Fragoso, foram eleitos, respectivamente, presidente e vice-presidente do Comitê Brasileiro de Avaliação da Conformidade-CBAC-, para o Biênio 2014 – 2015.

Tendo como atribuição assessorar o CONMETRO, o CBAC tem papel importante ao apresentar sugestões e recomendações/resoluções, visando uma maior competitividade das indústrias instaladas no país, bem como acompanhar e monitorar as atividades da avaliação da conformidade.

Durante a reunião foi aprovado o Programa de Trabalho da próxima gestão:

PROGRAMA DE TRABALHO PARA O CBAC - Biênio 2014 – 2015

O CBAC – Comitê Brasileiro de Avaliação da Conformidade, como assessor do CONMETRO – Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, apresentar propostas para maior competitividade das indústrias e dar maior visibilidade e robustez à avaliação da conformidade no País;

Acompanhar o Plano Quadrienal do CBAC;

Avaliação da composição do CBAC, realizar ações para maior representatividade e participação das entidades membros nas atividades do CBAC;

Revisão e acompanhamento do PBAC – Programa Brasileiro de Avaliação da Conformidade, para propor, se necessário, melhorias e ajustes periódicos;

Descentralização das reuniões do CBAC: Em 2014: Brasília - para maior participação dos Órgãos Regulamentadoras; Rio de Janeiro; São Paulo e Porto Alegre; em 2015: Brasília, São Paulo, Rio Janeiro e Belo Horizonte. Nas reuniões, na primeira parte, discutir com os membros do CBAC temas específicos da pauta da reunião e na segunda parte, abrir para público da região, para abordar temas de interesse da Avaliação da Conformidade (como por exemplo, os temas indicados no item seis abaixo);

Estimular discussões das questões estratégicas nas reuniões do CBAC, relativas aos seguintes temas: Tema 1: Regulamentação, Normalização, Blocos Econômicos, Barreiras Técnicas, Quadro Compulsório e Quadro Voluntário; Tema 2: Reconhecimentos Multilaterais, Bilaterais e Regionais; Tema 3: Desenvolvimento da Infraestrutura para Avaliação da Conformidade e Interfaces com Outras Áreas; Tema 4: Educação e Conscientização dos Diferentes Segmentos da Sociedade para a Avaliação da Conformidade e sua Importância; Tema 5: Avaliação Econômico-Financeira da Atividade de Avaliação da Conformidade no País;

Propor ao CONMETRO, para articular com as autoridades do governo e autarquias, para emitir uma Resolução, objetivando utilizar o poder de compra, para fomentar e incentivar a atividade de avaliação de conformidade, distinguindo empresas que tenham produtos ou sistemas com conformidade avaliada;

Apoiar ao INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia nas atividades de acompanhamento os resultados da avaliação da conformidade: Laboratórios, OCPs/ABROC, Entidades de Fiscalização, Indústrias e Consumidores, visando à melhoria continua;

Propor ações para ampliar os programas para micros e pequenas empresas, junto aos diferentes órgãos, principalmente de fomento, visando uma maior conscientização, divulgação e realização de programas de avaliação da conformidade;

Negociar com o INMETRO relatos periódicos dos resultados das atividades de regulamentação acompanhamento no mercado, registro e anuência (licença de importação) de produtos e serviços regulamentados;

Propor ações visando o fortalecimento das parcerias entre os Regulamentadores, Laboratórios, OCPs/ABROC, ABNT, Indústrias, Consumidores e Mídia;

Levar a experiência positiva da parceria: INMETRO, ABNT, Fabricantes para América Latina;

Identificar ações voltadas para o fortalecimento da infraestrutura setorial ou regional de avaliação da conformidade, como por exemplo, laboratórios e organismos acreditados, visando a descentralização;

Apoiar ao INMETRO no levantamento de fatos e dados que permitam avaliar os impactos da implantação dos programas de avaliação da conformidade;

Outras eventuais considerações por parte dos membros do CBAC.


Informações Adicionais

Israel M. Guratti

Gerente de Tecnologia

11 2175-0045

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090