Déficit do setor eletroeletrônico cresce 356% em oito anos

27/02/2014

A trajetória de crescimento do déficit do setor eletroeletrônico nos últimos anos foi bastante significativa. Conforme dados da Abinee, em 2005, o saldo negativo era da ordem de US$ 8 bilhões, passando para US$ 28 bilhões em 2010, e chegando, agora, em 2013, a US$ 36,2 bilhões, o que representa um crescimento de 356% nos últimos 8 anos, a uma taxa média anual de 20%.

Ano Déficit do setor
2005 US$ 8 bilhões
2010 US$ 28 bilhões
2013 US$ 36,2 bilhões

Neste período, as importações passaram de US$ 16 bilhões (em 2005) para US$ 43,6 bilhões (2013), enquanto que as exportações caíram de US$ 8 bilhões para US$ 7,4 bilhões.

O destaque nestes 8 anos foi o crescimento das importações de bens finais, que passaram de US$ 6 bilhões para US$ 19 bilhões.

Os bens finais ganharam forte participação na pauta de importações de produtos eletroeletrônicos, cuja representatividade passou de 37% para 44%.

Ano Importações totais do setor Importação de bens finais Participação bens finais
2005 US$ 16 bilhões US$ 6 bilhões 37%
2010 US$ 35,8 bilhões US$ 16,5 bilhões 46%
2013 US$ 43,6 bilhões US$ 19 bilhões 44%

Veja a Balança Comercial por Blocos Econômicos de Janeiro a Dezembro de 2013


Informações Adicionais

Luiz Cezar Elias Rochel

Gerente de Economia

11 2175-0030

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090