Pronunciamento Irineu Govêa - Almoço Anual da Abinee

06/12/2019

Senhoras e Senhores, boa tarde...

Sejam todos bem-vindos ao nosso tradicional Almoço de Final de Ano da Indústria Elétrica e Eletrônica.

Depois de um período de profundas turbulências, a economia começa a exibir sinais de novas e favoráveis expectativas para os rumos do País.

Há muito a ser feito e devemos trabalhar sem descanso.

Tivemos anos de grandes desafios, mas permanecemos trabalhando com afinco e otimismo, no sentido de reverter a curva descendente dos indicadores econômicos. Aos poucos, o otimismo começa a reaparecer no setor produtivo, com os indicadores demonstrando recuperação.

Nesse contexto, considerando a projeção de crescimento do PIB de 2,2% e PIB industrial de 2% em 2020, o setor eletroeletrônico espera um crescimento nominal de 8% e real de 4% no faturamento, que deve alcançar R$ 166 bilhões.

Porém, nada será fácil. Ainda há muito a ser feito.

O atual governo enfrenta grandes desafios e o principal deles é a necessidade de dar continuidade as já iniciadas reformas de forma célere e sem aumento dos impostos, pois a sociedade brasileira não tem mais fôlego nem condições de absorver novos aumentos.

Por isso também é fundamental e urgente a aprovação das reformas Tributária e Administrativa. Precisamos ajustar a casa a fim de consolidar investimentos e atrair mais recursos para o setor produtivo do País.

Meus amigos,

O contexto atual demanda nossa responsabilidade e exige da Abinee uma postura arrojada na defesa dos pleitos do setor.

Durante 2019, a Abinee atuou com empenho para estar presente nos principais debates em torno da recuperação da economia, pela proposição de projetos e ideias que têm como prioridade o aprimoramento do ambiente produtivo, em especial da indústria eletroeletrônica, e do desenvolvimento do Brasil.

Nossa interlocução com o Executivo, em todas as esferas, é um capital precioso que a entidade desenvolveu ao longo de seus 56 anos de história. Um dos principais acontecimentos de 2019 foi o acordo setorial de logística reversa do setor eletroeletrônico firmado pela Abinee e outras entidades com o Ministério do Meio Ambiente.

Neste ano também reforçamos nossa interação com o Legislativo, por meio da Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento da Indústria Elétrica e Eletrônica, presidida com grande dinamismo e dedicação pelo vice-presidente da Câmara dos Deputados, o amigo Marcos Pereira. Essa frente tem colaborado de forma decisiva com a reformulação da Política de TICS, vital para o nosso setor, aprovada recentemente pela Câmara e que tem o apoio do Ministério da Economia e do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O Projeto de Lei será agora votado pelo Senado.

Ser presidente da Abinee é um grande desafio. Nesse sentido, é muito importante contar com o apoio de meus companheiros de Diretoria, sempre presentes nas reuniões do Conselho, discutindo e deliberando importantes temas do setor. Nesta ocasião, registro meus agradecimentos aos diretores da Abinee.

Aproveito, também, a oportunidade para agradecer os colaboradores da Abinee, em especial, ao nosso presidente executivo, Humberto Barbato, por sua dedicação e empenho nos encaminhamentos dos temas de interesse da Abinee. Sempre incansável em seu trabalho de interlocução com o Executivo, Legislativo, CNI e entidades empresariais.  Humberto tem exercido um diálogo construtivo permitindo que as demandas do setor sejam ouvidas e contempladas pelo Poder Público.

Para enfrentarmos este cenário de adversidades, contamos com o apoio fundamental das nossas associadas, alicerce que dá sustentação às nossas ações.

Sabemos que teremos mais um ano difícil pela frente, mas devemos continuar com afinco, sem esmorecer, a fim de recuperar o protagonismo do setor industrial brasileiro.

Juntos, vamos voltar a crescer, trazendo desenvolvimento para o Brasil e para nossas empresas.

Muito obrigado

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090