Table of Contents Table of Contents
Previous Page  44 / 62 Next Page
Information
Show Menu
Previous Page 44 / 62 Next Page
Page Background

40 |

Revista Abinee

nº 92 | dezembro 2017

em foco

A

um ano das eleições

presidenciais, o Brasil

vive um quadro nebuloso

em relação aos potenciais

candidatos, com alto grau

de rejeição por parte dos

eleitores. "Essa campanha

será um divisor de águas.

As pessoas estão espe-

rando candidatos diferen-

tes do que estão aí". A afir-

mação é do analista Rui da

Silva Nogueira, sócio-di-

retor sênior da consultoria

de relações públicas Patri

Políticas Públicas, que par-

ticipou da Reunião Plená-

ria da Abinee, em outubro.

Segundo ele, o eleito-

rado está dividido em qua-

tro blocos: dos desiludidos

e anti-políticos; pró-Lula;

anti-Lula e anti-PT; e blo-

co da surpresa. Nesse ce-

nário, Nogueira lembrou o

grande número de votos

brancos e nulos nas últi-

mas eleições, tendência

esta que deve crescer no

próximo ano. Para o analis-

ta, um elemento decisivo

na escolha do candidato

será a expectativa de re-

composição da renda per-

dida nos últimos anos.

Sobre a situação de

Michel Temer, Nogueira

descartou qualquer pos-

sibilidade de afastamento.

"Não há alternativas e não

existe tempo hábil para

mudança".

PRÓXIMA ELEIÇÃO SERÁ A MAIS IMPREVISÍVEL

QUE PAÍS JÁ TEVE, DIZ ANALISTA

Humberto Barbato, Rui da Silva Nogueira e Irineu Govêa

CIDADES INTELIGENTES

Mais de 40 empresas apre-

sentaram em outubro suas

propostas de soluções en-

viadas ao projeto Ambiente

de Demonstração de Tec-

nologias para Cidades Inte-

ligentes, que a Agência Bra-

sileira de Desenvolvimento

Industrial (ABDI), em parceria

com o Instituto Nacional de

Metrologia, Qualidade e Me-

trologia (Inmetro), está crian-

do em Xerém, no Rio de Ja-

neiro. O evento aconteceu

no Auditório da Abinee, que

apoia a iniciativa.

ACORDO PARA STARTUPS

A Abinee e a ABDI também

assinaram em setembro um

Acordo de Cooperação Téc-

nica (ACT) que estabelece a

mútua cooperação com vis-

tas à promoção de ações

de aceleração, treinamento,

pesquisa, prototipagem e

fomento a startups para de-

senvolvimento de soluções

práticas para a indústria, es-

timulando a competitividade

e a inserção internacional da

economia brasileira.