Table of Contents Table of Contents
Previous Page  21 / 62 Next Page
Information
Show Menu
Previous Page 21 / 62 Next Page
Page Background

dezembro 2017 |

Revista Abinee

nº 92 | 21

regionais

Para Álvaro Dias Junior, ano começou com incertezas, mas

logo mudou para melhor

P

ara o diretor da Regional

da Abinee no Paraná e

Santa Catarina, Álvaro Dias

Júnior, a palavra que define 2017

é superação, pois o ano teve início

num ambiente de muitas incerte-

zas, mas logo depois mudou para

melhor. “O empresariado passou

a perceber que mudanças e inicia-

tivas positivas podem partir deles

mesmos e não depender tanto do

sentimento que se tem do conturbado mo-

mento político vivido no País”, afirma.

Ele destacou o trabalho da Regional na

coordenação de um programa piloto de

qualificação de executivos, o “Escola Líde-

res”, com temas alinhados à demanda das

indústrias do setor. Recebendo uma avalia-

ção bastante positiva, o programa

contou com a média de 15 parti-

cipantes de diferentes áreas de

atuação. Liderança, Criatividade

e Inovação, Produtividade e Res-

ponsabilidade foram algumas das

pautas abordadas nos seis módu-

los que compõe o curso.

Para 2018, o diretor espera uma

recuperação um pouco mais forte

do que a iniciada este ano, com

base em regras mais claras de mercado, de

política econômica e, acima de tudo, de ati-

tude do empresariado local. “A participação

forte da FIEP, na Abinee e em outras entida-

des de diferentes setores de negócios serão

fundamentais para injetar ânimo e otimismo

no ano de 2018”, destaca.

Paraná/Santa Catarina

Para Alexandre Freitas, 2017 é um indicativo de que

os anos vindouros podem ser bem melhores

A

indústria mineira pas-

sou por uma reformata-

ção, adaptando-se e ade-

quando-se aos novos desafios

trazidos pela crise que abala o

setor e o País, segundo o dire-

tor da regional da Abinee em

Minas Gerais Alexandre Magno

Freitas. Na contramão da crise,

Minas está se consolidando

como um estado pioneiro e líder

na micro e minigeração elétrica fotovoltai-

ca distribuída, além de estar construindo

a maior usina fotovoltaica da América

Latina, em Pirapora. Estes inves-

timentos, direta ou indiretamente,

beneficiam as indústrias mineiras

ligadas ao setor. As ações con-

tundentes dos parlamentares Mi-

neiros, tanto no âmbito estadual

quanto no âmbito federal, foram

decisivas em 2017 para o setor

eletroeletrônico como um todo.

A Frente Parlamentar Mista para

o Desenvolvimento da Indústria

Eletroeletrônica, lançada em setembro de

2017 e coordenada pelo Deputado federal

Mineiro, Bilac Pinto, comprova isso.

Minas Gerais