Table of Contents Table of Contents
Previous Page  43 / 56 Next Page
Information
Show Menu
Previous Page 43 / 56 Next Page
Page Background

janeiro 2017 |

Revista Abinee

nº 89 | 43

grande crescimento do setor no curto pra-

zo, tendo em vista as inúmeras dificuldades

que ainda existem.

Para o diretor da área de Componentes

da

Abinee

, Rogério Nunes, a superação

dos desafios macroeconômicos e a reso-

lução sobre os questionamentos das po-

líticas industriais brasileiras no âmbito da

OMC são cruciais para o desempenho do

setor. “Superados esses desafios, a indús-

tria nacional certamente voltará a desem-

penhar protagonismo no cenário econômi-

co nacional e o setor retomará o ciclo de

crescimento compatível com a dimensão e

com a importância da economia brasileira”.

O diretor da área de Informática, Hugo

Valério, afirma que, em função da capaci-

dade de gerar empregos de alto nível e

promover eficiência a outros segmentos da

economia, o setor de TICs deve receber a

devida atenção das autoridades governa-

mentais para que possa voltar a contribuir

com o crescimento do Brasil. “Ha questões

a serem endereçadas como o resultado

dos painéis da OMC contra o Brasil, assim

como estímulos a exportação por progra-

mas como o Reintegra e a flexibilização

do regime aduaneiro do Recof que podem

conferir maior competitividade ao setor”.

Também preocupada com o Painel da

OMC, a área de Telecom encontra alento

na aprovação da Lei Geral das Telecomu-

nicações. Segundo o diretor da

Abinee

,

Paulo Castelo Branco, medidas como o

fim das concessões e a troca da rever-

sibilidade de bens por investimentos,

contidas no novo marco legal, podem

estimular os projetos em infraestrutura.

Ele também ressalta como fator positivo

a política para o estímulo à Internet das

Coisas em elaboração. “Se tivermos as

regras estabelecidas no início do próximo

ano, há condições de começar os investi-

mentos em várias verticais que poderão

aproveitar esse conceito: cidades inte-

ligentes, segurança, agronegócio, edu-

cação e saúde, apenas para mencionar

algumas”, diz.

ÁREAS 2016 2017

2017 X

2016

Automação

Industrial

4.283 4.240

-1%

Componentes 9.970 9.980

0%

Equipamentos

Industriais 24.426 25.110

3%

GTD ** 16.586 16.420

-1%

Informática 23.352 23.772

2%

Material de

Instalação 7.879 8.017

2%

Telecomunicações 27.460 28.284

3%

Utilidades

Domésticas 17.256 17.282

0%

Total 131.212 133.105

1%

PROJEÇÃO PARA O FATURAMENTO DA

INDÚSTRIA ELÉTRICA E ELETRÔNICA *

* Dados da sondagem realizada pela Abinee

Lei Geral das

Telecomunicações

pode estimular

investimentos

perspectivas