Background Image
Table of Contents Table of Contents
Previous Page  22 / 36 Next Page
Information
Show Menu
Previous Page 22 / 36 Next Page
Page Background

22 |

Revista Abinee

nº 82 | agosto 2015

Acordo

mais próximo

Fruto de inúmeras reuniões, discussões e estudos, a assinatura do acordo setorial

para implantação da logística reversa de resíduos eletroeletrônicos parece estar

mais perto de se concretizar. Como forma de solucionar os entraves pendentes, a

Abinee

, representando as indústrias do setor, tem feito gestões com diversos orgãos

governamentais. Em junho, a entidade manteve audiência com a Ministra do Meio

Ambiente, Izabella Teixeira, e com representantes do Ministério da Fazenda

logística reversa

A

Política Nacional de Resíduos Sólidos

(PNRS) trouxe grande reflexão sobre

como nossa sociedade gerencia os

resíduos gerados ao longo do ciclo

de vida de diversos produtos, em especial

aos seis grupos de produtos contemplados

na PNRS. Ao mesmo tempo, promoveu um

amplo debate entre os diversos atores en-

volvidos nas diversas etapas de produção/

importação, comercialização e uso e gestão

pública. “Entendo que a riqueza dos debates

e compreensão da complexidade do tema

permitiu que, após cinco anos, fosse possí-

vel estarmos mais próximos da assinatura do

acordo setorial para produtos eletroeletrôni-

cos”, diz o diretor da área de sustentabilidade

da

Abinee

,

João Carlos Redondo

.

Segundo ele, atualmente, as entidades

representantes dos fabricantes de produtos

eletroeletrônicos das diversas linhas, assim

como representantes do comércio e governo,

têm se dedicado para superar cinco pontos

identificados ao longo dos cincos anos de

amplo debate. As discussões objetivam ga-

rantir isonomia, segurança jurídica e tributária

às empresas e tornar exequível a logística

reversa. “Devemos lembrar que o Brasil é um

país com dimensão continental e, ainda que

grande parte do consumo de produtos ele-

troeletrônicos ocorra na região sudeste, será

necessário transportar determinados produ-

tos descartados pelos usuários em todo ter-

ritório Brasileiro para a região sudeste, onde

somente aqui há tecnologia para processa-

mento desses produtos descartados”.

Encontro com ministra Izabella Teixeira

Dois destes temas pendentes foram tra-

tados recentemente em audiência com a

Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira,

quando a

Abinee

tratou da questão da isono-

mia da responsabilidade dos atores da cadeia

de valor dos produtos objetos de logística

reversa bem como da necessidade de acele-

rar solução para a questão da periculosidade

destes resíduos.

22 |

Revista Abin e

nº 82 | agosto 015