Balança Comercial - Janeiro - Novembro/2015

Novembro de 2015

Exportações

As exportações de produtos eletroeletrônicos somaram US$ 569,4 milhões, no mês de novembro de 2015, 18,0% acima das ocorridas em novembro do ano passado (US$ 482,4 milhões). (Quadro 1)


Quadro 1
Exportações do Setor Eletroeletrônico
Novembro

Áreas US$ Milhões Var.%
2014 2015
Automação Industrial 49,2 41,2 -16,3%
Componentes 207,1 181,3 -12,5%
Equipamentos Industriais 95,5 245,7 157,2%
GTD * 49,4 29,6 -40,1%
Informática 27,5 29,6 7,6%
Material Elétrico de Instalação 11,3 7,0 -38,3%
Telecomunicações 20,5 15,1 -26,6%
Utilidades Domésticas 21,9 20,1 -8,2%
Total 482,4 569,4 18,0%

* GTD - Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica


Este foi o segundo mês do ano que as exportações mensais apontaram resultados superiores aos registrados em iguais períodos de 2014.

Evolução das Exportações - US$

Porém, este crescimento foi pontual e ocorreu em função da elevação de 157,2% nas exportações de Equipamentos Industriais, mais especificamente nas vendas para a China de aparelhos para filtrar ou depurar líquidos, que somaram US$ 171 milhões, em novembro deste ano.

Com exceção de Equipamentos Industriais, aumentaram apenas as exportações de bens de Informática (+7,6%). Neste caso, também nota-se um crescimento expressivo nas vendas de distribuidores automáticos de papel-moeda, incluindo os que efetuam outras operações bancárias para a Argentina, que totalizaram US$ 5,1 milhões.

As exportações das demais áreas recuaram, com taxas que variaram entre -8,2% (Utilidades Domésticas) até -40,1% (GTD).

Em relação ao mês imediatamente anterior, as exportações cresceram 19,4%, também em decorrência do aumento das vendas externas de Equipamentos Industriais (+151,5%). (Quadro 2)

Quadro 2
Exportações do Setor Eletroeletrônico
2015

Áreas US$ Milhões Var.%
Out Nov
Automação Industrial 38,8 41,2 6,2%
Componentes 225,6 181,3 -19,7%
Equipamentos Industriais 97,7 245,7 151,5%
GTD 45,2 29,6 -34,5%
Informática 26,3 29,6 12,2%
Material Elétrico de Instalação 7,4 7,0 -5,3%
Telecomunicações 15,6 15,1 -3,7%
Utilidades Domésticas 20,3 20,1 -0,7%
Total 476,9 569,4 19,4%

Importações

No mês de novembro de 2015, as importações de produtos eletroeletrônicos continuaram retraídas, totalizando US$ 2,11 bilhões, 36,8% inferiores às realizadas em novembro de 2014 (US$ 3,35 bilhões). (Quadro 3)


Quadro 3
Importações do Setor Eletroeletrônico
Novembro

Áreas US$ Milhões Var.%
2014 2015
Automação Industrial 341,8 291,9 -14,6%
Componentes 1.886,1 1.135,8 -39,8%
Equipamentos Industriais 267,5 186,2 -30,4%
GTD 109,3 48,8 -55,4%
Informática 218,6 129,8 -40,6%
Material Elétrico de Instalação 75,3 42,0 -44,3%
Telecomunicações 280,8 174,0 -38,0%
Utilidades Domésticas 167,7 105,8 -36,9%
Total 3.347,1 2.114,3 -36,8%

Este foi o 20º mês consecutivo em que as importações apresentaram montantes inferiores aos atingidos em iguais períodos anteriores. Destaca-se que este montante foi o menor desde junho de 2009 (US$ 1,92 bilhão), período da crise internacional.

Evolução das Importações - US$

No mês de novembro deste ano, caíram as importações de bens de todas as áreas do setor, com taxas que variaram entre -14,6%, para Automação Industrial, até -55,4%, para GTD – Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica.

Com exceção da área de Automação Industrial, as taxas de retração das importações das demais áreas foram superiores a -30%.

Na comparação com mês imediatamente anterior, as importações diminuíram 10,3%, com destaque para a retração de 52,2% nas compras externas de bens de GTD. (Quadro 4)


Quadro 4
Importações do Setor Eletroeletrônico
2015

Áreas US$ Milhões Var.%
Out Nov
Automação Industrial 286,0 291,9 2,0%
Componentes 1.283,4 1.135,8 -11,5%
Equipamentos Industriais 227,0 186,2 -18,0%
GTD 102,1 48,8 -52,2%
Informática 123,1 129,8 5,5%
Material Elétrico de Instalação 52,1 42,0 -19,4%
Telecomunicações 169,9 174,0 2,4%
Utilidades Domésticas 113,7 105,8 -6,9%
Total 2.357,2 2.114,3 -10,3%

Janeiro a Novembro de 2015

Exportações

No acumulado de janeiro a novembro de 2015, as exportações de produtos eletroeletrônicos atingiram US$ 5,4 bilhões, 11,0% abaixo das apontadas em igual período de 2014 (US$ 6,0 bilhões). (Quadro 5)


Quadro 5
Exportações do Setor Eletroeletrônico
Janeiro-Novembro

Áreas US$ Milhões Var.%
2014 2015
Automação Industrial 520,8 446,4 -14,3%
Componentes 2.676,1 2.480,3 -7,3%
Equipamentos Industriais 1.255,6 1.175,9 -6,3%
GTD 726,2 485,5 -33,1%
Informática 270,1 241,8 -10,5%
Material Elétrico de Instalação 85,4 94,0 10,1%
Telecomunicações 244,3 208,6 -14,6%
Utilidades Domésticas 264,2 246,6 -6,7%
Total 6.042,6 5.379,1 -11,0%

Cresceram apenas as exportações de Material Elétrico de Instalação (+10,1%), que contaram com o incremento de 36% nas vendas externas de disjuntores (US$ 53 milhões), destinados principalmente para os Estados Unidos, Hong Kong e Argentina.

As demais áreas apontaram redução nas exportações, com taxas que alcançaram até -33,1%, como no caso de GTD, com destaque para as quedas de 61% nas vendas externas de grupos eletrogêneos e de 36% nas exportações de transformadores.

As exportações de Componentes Elétricos e Eletrônicos recuaram 7,3%, somando US$ 2,48 bilhões. Vale ressaltar que a queda das vendas externas de Componentes Elétricos e Eletrônicos foi menor do que a retração de bens finais, que atingiu 13,9%.

Dentre os principais componentes, destacaram-se os componentes para equipamentos industriais (-6%), eletrônica embarcada (-12%) e motocompressor hermético (-12%), que juntos somaram US$ 1,5 bilhão. (Quadro 6)

Quadro 6
Produtos mais exportados
Janeiro-Novembro

Produtos US$ Milhões Var.%
2014 2015
Componentes para Equips. Industriais 626 591 -6%
Eletrônica Embarcada 603 530 -12%
Motores e Geradores 658 497 -24%
Motocompressor Hermético 439 387 -12%
Instrumentos de Medida 256 238 -7%
Componentes para Material de Instalação 214 190 -11%
Componentes Passivos 175 169 -4%
Componentes para Telecomunicações 143 162 14%
Transformadores 231 148 -36%
Geradores 121 113 -7%

Importações

As importações de produtos eletroeletrônicos, no acumulado dos primeiros onze meses de 2015, atingiram US$ 29,7 bilhões, 22,3% abaixo das ocorridas no mesmo período de 2014. (US$ 38,3 bilhões) (Quadro 7)

Todas as áreas apresentaram queda, e em alguns casos as taxas ficaram por volta de -30%, como os bens de Telecomunicações, Informática e GTD.


Quadro 7
Importações do Setor Eletroeletrônico
Janeiro-Novembro

Áreas US$ Milhões Var.%
2014 2015
Automação Industrial 3.816,7 3.267,7 -14,4%
Componentes 22.358,7 17.102,4 -23,5%
Equipamentos Industriais 3.383,3 2.892,1 -14,5%
GTD 1.230,5 894,7 -27,3%
Informática 2.273,1 1.602,1 -29,5%
Material Elétrico de Instalação 885,6 681,6 -23,0%
Telecomunicações 2.600,0 1.808,1 -30,5%
Utilidades Domésticas 1.732,2 1.495,7 -13,7%
Total 38.280,0 29.744,4 -22,3%

Os Componentes Elétricos e Eletrônicos foram responsáveis pela maior parte das importações de produtos do setor, representando 57% do total. No período de janeiro-novembro de 2015 totalizaram US$ 17,1 bilhões, 23,5% inferiores ao igual período de 2014 (US$ 22,4 bilhões).

Dentre eles, estão os produtos mais importados do setor, que também apontaram queda: componentes para telecomunicações (-24%), semicondutores (-31%), componentes para informática (-23%) e eletrônica embarcada (-15%).

Nota-se que as compras externas dos dez principais produtos importados do setor recuaram, com quedas entre -15% e -31%. (Quadro 8)

Quadro 8
Produtos mais importados
Janeiro-Novembro

Produtos US$ Milhões Var.%
2014 2015
Componentes para Telecomunicações 6.469 4.893 -24%
Semicondutores 4.690 3.222 -31%
Componentes para Informática 2.916 2.255 -23%
Instrumentos de Medida 1.603 1.289 -20%
Eletrônica Embarcada 1.501 1.280 -15%
Componentes para Equips. Industriais 1.395 1.147 -18%
Componentes Passivos 928 707 -24%
Componentes para Material de Instalação 842 683 -19%
Componentes para Utilid. Domésticas 781 606 -22%
Aparelhos Eletromédicos 738 602 -18%

Saldo

No acumulado de janeiro a novembro de 2015, a balança comercial de produtos do setor eletroeletrônico registrou déficit de US$ 24,36 bilhões, 24% abaixo do registrado no mesmo período do ano passado (US$ 32,24 bilhões).

A redução do saldo negativo é consequência da queda das importações, que vem sendo verificada desde o ano passado.

Ressalta-se que, mesmo com indicações de que algumas empresas estejam substituindo componentes ou insumos importados por nacionais - em virtude do novo patamar da taxa de câmbio -, a retração do déficit do setor ainda deve ser atribuída ao fraco desempenho do mercado interno.

Para o ano de 2015, a projeção é de que o déficit alcance US$ 27,40 bilhões.

Balança Comercial - US$

Os dados detalhados da Balança Comercial de Produtos do Setor Eletroeletrônico para associadas encontram-se em RESERVADO.

 

Informações Adicionais

Luiz Cezar Elias Rochel

Gerente de Economia

11 2175-0030

Informações Imprensa

Jean Carlo Martins

Assessor de Comunicação

11 2175-0099

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090