Balança Comercial - Janeiro - Agosto/2014

Agosto de 2014

Exportações

As exportações de produtos eletroeletrônicos, no mês de agosto de 2014, somaram US$ 539,9 milhões, 18,5% abaixo das registradas em agosto do ano passado.

Este foi o menor montante mensal exportado de produtos do setor desde março deste ano, ficando acima apenas dos resultados de janeiro e fevereiro, o que demostra que as exportações continuam contribuindo pouco com a atividade do setor. (Gráfico)

Evolução das Exportações - US$

Na comparação com agosto do ano passado, cresceram apenas as vendas externas de Equipamentos Industriais (+24,6%), Utilidades Domésticas (+8,1%) e Material Elétrico de Instalação (+3,0%). (Quadro 1)

As maiores taxas de retração foram de Telecomunicações (-64,0%) e de bens de GTD – Geração, Transmissão e Distribuição e Energia Elétrica – (-51,6%), cujos montantes em agosto de 2014 foram menores do que a metade dos atingidos em agosto de 2013.

No primeiro caso, destacou-se a expressiva queda de 89% nas vendas externas de telefones celulares, que recuaram de US$ 21 milhões, em agosto de 2013, para US$ 2 milhões, em agosto de 2014. E em GTD, os grupos eletrogêneos, cuja queda alcançou 91%, passando de US$ 37 milhões, para US$ 3 milhões, no período citado.


Quadro 1
Exportações do Setor Eletroeletrônico
Agosto

Áreas US$ Milhões Var.%
2013 2014
Automação Industrial 57,7 52,1 -9,7%
Componentes 296,0 234,3 -20,8%
Equipamentos Industriais 111,9 139,4 24,6%
GTD * 86,0 41,6 -51,6%
Informática 27,9 20,8 -25,4%
Material Elétrico de Instalação 7,2 7,5 3,0%
Telecomunicações 51,9 18,7 -64,0%
Utilidades Domésticas 23,5 25,4 8,1%
Total 662,2 539,9 -18,5%

* GTD - Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica



Em relação ao mês imediatamente anterior, as vendas externas caíram 12,8%, com destaque para a redução de 53,3% nas exportações de bens de GTD, em função, principalmente, da já citada queda dos grupos eletrogêneos, cujas exportações atingiram US$ 47 milhões no mês de julho de 2014. (Quadro 2)

Quadro 2
Exportações do Setor Eletroeletrônico
2014

Áreas US$ Milhões Var.%
Jul Ago
Automação Industrial 52,9 52,1 -1,4%
Componentes 275,2 234,3 -14,9%
Equipamentos Industriais 124,3 139,4 12,2%
GTD 89,2 41,6 -53,3%
Informática 25,0 20,8 -16,7%
Material Elétrico de Instalação 7,4 7,5 0,9%
Telecomunicações 21,7 18,7 -13,9%
Utilidades Domésticas 23,4 25,4 8,7%
Total 619,1 539,9 -12,8%

Importações

No mês de agosto de 2014, as importações de produtos eletroeletrônicos somaram US$ 3,3 bilhões,10,9% abaixo das ocorridas em agosto de 2013. (Quadro 3)

Esse foi o quinto mês consecutivo que as importações apresentaram resultados inferiores aos ocorridos no mesmo mês do ano passado, refletindo a queda do ritmo da atividade do setor, que vem sendo verificada nestes últimos meses. (Gráfico)

Com isso, nota-se que tanto as exportações como as importações vêm apresentando resultados abaixo dos registrados no mesmo período do ano passado, o que demonstra que o Brasil vem diminuindo sua participação no comércio internacional.

Evolução das Importações - US$

Voltando a análise das importações, no mês de agosto de 2014, em relação a agosto de 2013, todas as áreas registraram taxas negativas, atingido até 28,2%, no caso de Utilidades Domésticas.

Os Componentes Elétricos e Eletrônicos somaram US$ 2,0 bilhões, com queda de 5,7%.


Quadro 3
Importações do Setor Eletroeletrônico
Agosto

Áreas US$ Milhões Var.%
2013 2014
Automação Industrial 394,6 338,2 -14,3%
Componentes 2.110,0 1.989,6 -5,7%
Equipamentos Industriais 370,7 307,0 -17,2%
GTD 137,1 121,0 -11,7%
Informática 232,5 195,4 -16,0%
Material Elétrico de Instalação 95,4 77,4 -18,9%
Telecomunicações 221,4 179,7 -18,8%
Utilidades Domésticas 191,0 137,0 -28,2%
Total 3.752,5 3.345,3 -10,9%

Em relação ao mês imediatamente anterior, as importações reduziram 3,6%, com destaque para as quedas de 22,6% nas importações de Telecomunicações e de 12,8% de bens de GTD. (Quadro 4)


Quadro 4
Importações do Setor Eletroeletrônico
2014

Áreas US$ Milhões Var.%
Jul Ago
Automação Industrial 362,5 338,2 -6,7%
Componentes 2.001,2 1.989,6 -0,6%
Equipamentos Industriais 317,4 307,0 -3,3%
GTD 138,8 121,0 -12,8%
Informática 194,3 195,4 0,5%
Material Elétrico de Instalação 77,0 77,4 0,5%
Telecomunicações 232,3 179,7 -22,6%
Utilidades Domésticas 146,4 137,0 -6,4%
Total 3.469,9 3.345,3 -3,6%

Janeiro a Agosto de 2014

Exportações

No acumulado de janeiro-agosto de 2014, as exportações de produtos elétricos e eletrônicos somaram US$ 4,46 bilhões, 6,5% abaixo do igual período do ano anterior (US$ 4,77 bilhões). (Quadro 5)


Quadro 5
Exportações do Setor Eletroeletrônico
Janeiro-Agosto

Áreas US$ Milhões Var.%
2013 2014
Automação Industrial 359,0 377,4 5,1%
Componentes 2.207,9 1.971,5 -10,7%
Equipamentos Industriais 849,7 922,3 8,6%
GTD 479,1 577,9 20,6%
Informática 267,3 181,0 -32,3%
Material Elétrico de Instalação 66,5 59,9 -9,9%
Telecomunicações 313,2 178,8 -42,9%
Utilidades Domésticas 223,8 188,9 -15,6%
Total 4.766,3 4.457,8 -6,5%

As exportações de Componentes Elétricos e Eletrônicos totalizaram US$ 1,97 bilhão, com queda de 10,7%. Dentre seus itens, destacou-se a redução de 19% nas vendas externas de eletrônica embarcada, que somaram US$ 443 milhões, e de componentes para telecomunicações, cuja retração foi de 28%. (Quadro 6)

As maiores retrações foram das vendas externas de bens de Telecomunicações (-42,9%) e de Informática (-32,3%), em função, principalmente, no primeiro caso, da queda de 76% nas exportações de telefones celulares. No caso de Informática, o resultado foi impulsionado pelas retrações nas vendas externas de máquinas de processamento de dados (-40%), de impressoras (-44%) e de caixas registradoras (-62%).

Por outro lado, cresceram 20,6% as exportações de bens de GTD, que contaram com as vendas externas de transformadores (+36%) e grupos eletrogêneos (+47%). Ressalta-se neste último caso, que, apesar da queda significativa das exportações de grupo eletrogêneos no mês de agosto, no acumulado de janeiro-agosto, verificou-se crescimento expressivo devido a algumas exportações pontuais para a Holanda.

Quadro 6
Produtos mais exportados
Janeiro-Agosto

Produtos US$ Milhões Var.%
2013 2014
Motores e Geradores 478 486 2%
Componentes para Equips. Industriais 476 465 -2%
Eletrônica Embarcada 548 443 -19%
Motocompressor Hermético 374 337 -10%
Transformadores 137 186 36%
Instrumento de Medidas 167 186 11%
Componentes para Material de Instalação 165 150 -9%
Grupos Eletrogêneos 88 130 47%
Conponentes Passivos 120 129 8%
Componentes para Telecomunicações 138 99 -28%

Importações

As importações de produtos elétricos e eletrônicos recuaram 4,4% no acumulado de janeiro a agosto de 2014, em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo US$ 27,7 bilhões. (Quadro 7)

Essa retração ocorreu devido à queda das importações nos últimos cinco meses seguidos comparadas com os mesmos períodos do ano passado, uma vez que, no 1º trimestre de 2014, as importações estavam 7,9% acima das ocorridas no 1º trimestre de 2013.

Com o resultado do mês de agosto de 2014, todas as áreas passaram a apresentar queda no acumulado dos oito primeiros meses deste ano em relação ao igual período de 2013.


Quadro 7
Importações do Setor Eletroeletrônico
Janeiro-Agosto

Áreas US$ Milhões Var.%
2013 2014
Automação Industrial 2.969,5 2.751,1 -7,4%
Componentes 16.345,7 16.228,3 -0,7%
Equipamentos Industriais 2.677,8 2.469,4 -7,8%
GTD 1.270,0 904,7 -28,8%
Informática 1.830,7 1.664,1 -9,1%
Material Elétrico de Instalação 650,1 639,9 -1,6%
Telecomunicações 1.889,8 1.828,4 -3,2%
Utilidades Domésticas 1.336,9 1.207,3 -9,7%
Total 28.970,6 27.693,3 -4,4%

A maior taxa de retração foi das importações de bens de GTD (-28,8%), em função, principalmente, da queda de 48% nas compras externas de grupos eletrogêneos e de 50% de painéis e quadros.

As importações de Componentes Elétricos e Eletrônicos recuaram 0,7% no período citado, somando US$ 16,2 bilhões, o que representou 59% do total. Dentre seus principais itens, verificou-se queda nas importações de semicondutores (-3%), componentes para informática (-2%), eletrônica embarcada (-9%), componentes para equipamentos industriais (-6%), entre outros. (Quadro 8)

Ainda referente aos Componentes, os destinados para telecomunicações foram os mais importados do setor, somando US$ 4,7 bilhões, resultado 8% superior ao atingido em janeiro-agosto de 2013 (US$ 4,3 bilhões).

Quadro 8
Produtos mais importados
Janeiro-Agosto

Produtos US$ Milhões Var.%
2013 2014
Componentes para Telecomunicações 4.312 4.661 8%
Semicondutores 3.552 3.463 -3%
Componentes para Informática 2.208 2.162 -2%
Instrumento de Medidas 1.257 1.150 -8%
Eletrônica Embarcada 1.200 1.095 -9%
Componentes para Equips. Industriais 1.053 986 -6%
Componentes Passivos 701 679 -3%
Componentes para Material de Instalação 681 614 -10%
Aparelhos Eletromédicos 523 541 3%
Componentes para Utilidade Domésticas 513 527 3%

Saldo

No acumulado de janeiro-agosto de 2014, o déficit da balança comercial de produtos eletroeletrônicosatingiu US$ 23,24 bilhões, 4% abaixo do registrado em janeiro-agosto de 2013 (US$ 24,20 bilhões).

Nota-se que com a já citada queda das importações nos últimos cinco meses, o déficit do setor começou a apresentar resultado inferior ao registrado no igual período do ano passado. Essa situação não acontecia até o 1º trimestre deste ano, período em que o saldo negativo da balança do setor foi 10% superior ao do 1º trimestre de 2013.

Balança Comercial - US$

Os dados detalhados da Balança Comercial de Produtos do Setor Eletroeletrônico para associadas encontram-se em RESERVADO.

 

Lista de Produtos do Setor Eletroeletrônico


Informações Adicionais

Luiz Cezar Elias Rochel

Gerente de Economia

11 2175-0030

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090