Avaliação Setorial - 4º Trimestre 2012

Desempenho do Setor

Faturamento

O faturamento da indústria eletroeletrônica cresceu 5% no 4º trimestre de 2012 em comparação com igual período do ano anterior.


Var % do Faturamento por Área por trimestre
Reais Correntes

Áreas 1ºT/12 X
1ºT/11
2ºT/12 X
2ºT/11
3ºT/12 X
3ºT/11
4ºT/12 X
4ºT/11
Automação Industrial 16% 9% 11% -6%
Componentes -9% -4% 8% 3%
Equipamentos Industriais 4% 4% 6% -9%
GTD * 13% 5% 32% 16%
Informática -5% -8% 13% 0%
Material de Instalação -6% -13% -16% 5%
Telecomunicações 30% 20% 7% 6%
Utilidades Domésticas 7% 6% 2% 23%
Total 6% 3% 8% 5%

* GTD - Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica


As maiores taxas de crescimento foram das áreas de Utilidades Domésticas (+23%) e de GTD - Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica (+16%).

O resultado de Utilidades Domésticas contou com o desconto do IPI - Imposto Sobre Produtos Industrializados - para eletrodomésticos da linha branca (fogões, geladeiras, máquinas de lavar e tanquinhos), e o de GTD, com os investimentos na geração e transmissão de energia elétrica, ocorridos nos últimos anos.

O faturamento da área de Telecomunicações aumentou 6%. Este crescimento foi estimulado pela expansão das vendas de smartphones, que, segundo o IDC, cresceu 92% em unidades, no 4º trimestre de 2012 em comparação ao igual período do ano anterior. Em contrapartida, as vendas de celulares tradicionais recuaram 13% no período citado. O resultado desta área foi prejudicado pelo desempenho das vendas de equipamentos para infraestrutura, que apresentaram redução após um início de ano favorável.

Com isso, o faturamento da área de Telecomunicações apresentou taxas de crescimento menos expressivas no decorrer do ano, alcançando 30% no 1 º trimestre; passando 20%, no 2º trimestre; diminuindo para 7%, no 3º trimestre; e para 6%, no 4º trimestre.

O faturamento da área de Informática ficou estável no 4º trimestre de 2012 comparado com o 4º trimestre de 2011. Nota-se que, nos últimos anos, as vendas de desktops vêm caindo, enquanto crescem as de notebooks. Segundo dados do IDC, a receita em Reais de desktops recuou 8% no 4º trimestre de 2012 em relação ao 4º trimestre de 2011, enquanto dos notebooks, aumentou 6%.

Ainda referente aos bens de informática, verificou-se expansão significativa do mercado de tablets, cuja receita em reais aumentou 76% neste período, conforme o IDC.

O faturamento da área de Material Elétrico de Instalação cresceu 5% no 4º trimestre de 2012 comparado ao igual período do ano de 2011. Esse foi o único trimestre do ano no qual o faturamento desta área apresentou taxa positiva.

Observa-se que mesmo com a prorrogação da redução do IPI de chuveiros e disjuntores, este segmento continuou com dificuldades na realização dos negócios.

Os Componentes Elétricos e Eletrônicos apontaram expansão de 3%, demostrando resultado melhor no 2º semestre de 2012 do que no 1º semestre, período em que apresentou taxas negativas, tanto no 1º trimestre/2012 (-9%), como no 2º trimestre/2012 (-4%).

As áreas de Equipamentos Industriais (-9%) e Automação Industrial (-6%) foram as únicas que registraram queda no 4º trimestre de 2012. Os fabricantes destes bens estão se ressentindo pelo ritmo lento da entrada de novos projetos produtivos no país, e vem contando mais com as vendas de produtos seriados, que não foram suficientes para gerar crescimento no faturamento

Vendas/Encomendas

No 4º trimestre de 2012, conforme avaliação sobre o desempenho do setor, metade das empresas entrevistadas apontaram vendas/encomendas abaixo do esperado.

Este resultado foi menor do que os apresentados no 2º trimestre (56%) e 3º trimestre de 2012 (53%), porém, permaneceu acima dos ocorridos nos últimos dois anos.

Observa-se na área de Informática, que, após apontar a totalidade das empresas informantes com resultados abaixo do previsto no 3º trimestre de 2012, este percentual baixou para 33% no trimestre seguinte.


Porcentagem de Empresas que apresentaram
Vendas/Encomendas abaixo das expectativas

Áreas 4ºT
10
1ºT
11
2ºT
11
3ºT
11
4ºT
11
1ºT
12
2ºT
12
3ºT
12
4ºT
12
Automação Industrial 38% 43% 38% 33% 25% 25% 67% 33% 57%
Componentes 30% 36% 50% 44% 44% 73% 80% 67% 44%
Equipamentos Industriais 0% 17% 29% 40% 60% 67% 50% 50% 67%
GTD 38% 38% 50% 44% 64% 53% 53% 60% 60%
Informática 17% 17% 33% 40% 25% 50% 40% 100% 33%
Material de Instalação 50% 63% 44% 50% 50% 44% 56% 44% 30%
Telecomunicações 38% 25% 20% 33% 25% 13% 40% 45% 50%
Total 32% 36% 39% 41% 43% 47% 56% 53% 50%

Balança Comercial

No 4º trimestre de 2012, o crescimento do faturamento do setor contou com o mercado interno, uma vez que as exportações recuaram 13% em Dólares, o que representa estabilidade ao converter para Reais.


Exportações de Produtos do Setor - 4º Trimestre
(US$ milhões)

Áreas US$ Milhões Var.%
2011 2012
Automação Industrial 146 137 -6%
Componentes 914 851 -7%
Equipamentos Industriais 456 323 -29%
GTD 182 194 7%
Informática 122 105 -14%
Material Elétrico de Instalação 25 21 -18%
Telecomunicações 226 155 -32%
Utilidades Domésticas 98 108 10%
Total 2.170 1.896 -13%

Ao analisar em dólares, apenas as exportações de Utilidades Domésticas (+10%) e de bens de GTD – Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica (+7%) cresceram.

As demais áreas apontaram quedas que variaram de -6%, para Automação Industrial, até -32%, para Telecomunicações. Neste último caso, destacou-se a retração de 50% das vendas externas de telefones celulares, que passaram de US$ 123 milhões, no 4º trimestre de 2011; para US$ 62 milhões, no 4º trimestre de 2012.


Produtos mais exportados - 4º Trimestre
(US$ milhões)

Produtos US$ Milhões Var.%
2011 2012
Componentes para Equipamentos Industriais 198 166 -16%
Eletrônica Embarcada 209 208 0%
Motores e Geradores 208 177 -15%
Motocompressor Hermético 154 151 -2%
Telefones Celulares 123 62 -50%
Instrumento de Medida 63 69 11%
Componentes para Material de Instalação 59 64 7%
Componentes para Telecomunicações 77 70 -10%
Transformadores 64 60 -6%
Componentes Passivos 50 39 -21%

Observa-se que o desempenho das exportações foi piorando no decorrer do ano ao comparar com o igual período do ano anterior. No 1º trimestre/2012, as vendas externas cresceram 3%, passando para queda de 2% no 2º trimestre/2012, para retração de 9% no 3º trimestre/2012 e para recuo de 13% no 4º trimestre/2012.

As importações de produtos do setor ficaram estáveis neste período, com crescimento apenas nas compras externas de Equipamentos Industriais (+9%) e de Componentes Elétricos e Eletrônicos (+5%).


Importações de Produtos do Setor - 4º Trimestre
(US$ milhões)

Áreas US$ Milhões Var.%
2011 2012
Automação Industrial 1.034 1.016 -2%
Componentes 5.018 5.277 5%
Equipamentos Industriais 906 988 9%
GTD 452 381 -16%
Informática 840 761 -9%
Material Elétrico de Instalação 227 202 -11%
Telecomunicações 836 707 -15%
Utilidades Domésticas 531 509 -4%
Total 9.844 9.841 0%

Ainda referente aos Componentes, as importações somaram US$ 5,3 bilhões, representando 54% do total, com destaque para os principais produtos importados do setor: componentes para telecomunicações, semicondutores e componentes para informática.


Produtos mais importados - 4º Trimestre
(US$ milhões)

Produtos US$ Milhões Var.%
2011 2012
Componentes para Telecomunicações 1.274 1.265 -1%
Semicondutores 1.033 1.043 1%
Componentes para Informática 738 819 11%
Instrumentos de Medida 439 421 -4%
Eletrônica Embarcada 321 371 15%
Componentes para Equipamentos Industriais 356 369 4%
Componentes Passivos 221 245 11%
Unidades de memória 230 218 -5%
Componentes para Material de Instalação 210 230 9%
Maquinas para Processamento de Dados 247 218 -12%

No total, as importações de produtos do setor, após as retrações apresentadas no 2º trimestre/2012 (-3%) e no 3º trimestre/2012 (-8%), apontaram estabilidade no 4º trimestre/2012.

Emprego

O número de empregados do setor atingiu 183 mil funcionários no final de dezembro de 2012, 2,7 mil trabalhadores a mais do que no final de 2011 (180,3 mil).

Nota-se que o número de empregados do setor está aumentando, porém, com taxas de incremento decrescentes. A média de empregados no 4º trimestre de 2012 foi de 182,9 mil, 1,0% acima do 4º trimestre de 2011 (181,1 mil), percentual inferior ao apontado no mesmo período de 2011 comparado com 2010, cujo incremento foi de 3,7%.

Perspectivas

Com o desempenho do 4º trimestre, o faturamento do setor eletroeletrônico totalizou, no ano de 2012, R$ 144,5 bilhões, 5% acima do resultado de 2011 (R$ 138,1 bilhões).

As exportações recuaram 6%, somando US$ 7,7 bilhões e as importações registraram US$ 40,2 milhões, com queda de 1% em relação a 2011, que geraram déficit de US$ 32,5 bilhões, resultado similar ao ocorrido em 2011.

A indústria elétrica e eletrônica encerrou 2012 com 183,0 mil funcionários, 2,7 mil trabalhadores acima de 2011 (180,3 mil).

Para o 1º trimestre de 2013, 60% das empresas preveem crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior.

Nota-se que as empresas estão com expectativas mais otimistas do que nos trimestres anteriores deste ano.


Porcentagem das Empresas com Expectativas de Crescimento das Vendas/Encomendas para o trimestre seguinte em relação
ao igual períododo ano anterior

Áreas 4ºT
10
1ºT
11
2ºT
11
3ºT
11
4ºT
11
1ºT
12
2ºT
12
3ºT
12
4ºT
12
Automação Industrial 63% 57% 50% 56% 88% 63% 44% 56% 43%
Componentes 30% 55% 50% 56% 44% 45% 60% 67% 56%
Equipamentos Industriais 71% 100% 100% 100% 80% 67% 50% 67% 67%
GTD 46% 62% 57% 44% 50% 53% 41% 40% 60%
Informática 83% 83% 33% 60% 50% 67% 20% 33% 33%
Material de Instalação 63% 63% 67% 50% 75% 56% 33% 56% 60%
Telecomunicações 63% 63% 60% 78% 75% 38% 70% 55% 80%
Total 57% 66% 59% 59% 65% 53% 47% 53% 60%

Para o ano de 2013, a perspectiva é de que o faturamento atinja R$ 155,7 bilhões, 8% acima do apontado em 2012. As exportações deverão aumentar 5%, somando US$ 8,1 bilhões e as importações crescer 8%, registrando US$ 43,6 bilhões. Consequentemente, o déficit comercial deverá alcançar US$ 35,5 bilhões, 9% acima do verificado em 2012 (US$ 32,5 bilhões). O número de empregados deverá somar 187 mil funcionários, 4 mil a mais do que o atingido no final de 2012 (183 mil).


Projeções do Faturamento por Área
(R$ milhões a preços correntes)

Áreas 2012 2013 2012 X
2013
Automação Industrial 3.920 4.390 12%
Componentes 9.755 10.340 6%
Equipamentos Industriais 22.322 25.001 12%
GTD 15.307 16.838 10%
Informática 43.561 45.739 5%
Material de Instalação 9.019 9.380 4%
Telecomunicações 22.811 24.408 7%
Utilidades Domésticas 17.841 19.625 10%
Total 144.536 155.721 8%

Projeções dos Principais Indicadores do Setor

Indicador 2012 2013 2013 X
2012
Faturamento (R$ milhões) 144.536 155.721 8%
Faturamento (US$ milhões) 73.931 76.491 3%
Exportações (US$ milhões) 7.719 8.100 5%
Importações (US$ milhões) 40.222 43.600 8%
Saldo (US$ milhões) -32.503 -35.500 9%
Nº de Empregados (mil) 183 187 2%

Informações Adicionais

Luiz Cezar Elias Rochel

Gerente de Economia

11 2175-0030

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090