Avaliação Setorial - 1º Trimestre 2018

Desempenho do Setor

Atividade

O faturamento da indústria eletroeletrônica, no 1° trimestre de 2018, cresceu 9% em relação a igual período do ano passado. Na mesma comparação a produção cresceu 11%, conforme o IBGE.


Variação %

Os melhores desempenhos foram das áreas fabricantes de bens de consumo, principalmente Utilidades Domésticas e Informática.

No primeiro caso, o faturamento cresceu 20% estimulado pela elevação nas vendas de televisores em virtude da Copa do Mundo.

Em informática, o acréscimo do faturamento foi de 18%, em função, principalmente das vendas de notebooks. Segundo dados do IDC, o mercado destes itens, em unidades, aumentou 33%, no 1º trimestre deste ano em relação ao 1º trimestre do ano passado. Neste mesmo período os desktops e tablets apresentaram estabilidade.

Produção

Ainda segundo o IDC, o mercado de smartphones, em unidades, também ficou estável.

Com isso, o faturamento da área de Telecomunicações cresceu 6%, com incremento de 3% nos telefones celulares e expansão de 11% no segmento de infraestrutura.

Também foram significativos os desempenhos da área de Automação Industrial (+9%) e de Componentes Elétricos e Eletrônicos (+8%). Destaca-se, no primeiro caso, o desempenho dos negócios de produtos seriados.

No caso de bens sob encomenda, ainda não foi verificado melhora nos negócios, porém as empresas fabricantes de bens de Automação Industrial e Equipamentos Industriais (+1%) estão confiantes que a retomada dos investimentos produtivos no País ocorra nos próximos meses, o que deve estimular o desempenho destes segmentos.

Permaneceu modesta a performance das empresas fabricantes de Material Elétrico de Instalação, que ainda continuam sofrendo os impactos da retração do mercado de varejo e da queda de atividade da Construção Civil. No 1º trimestre deste ano, verificou-se queda de 7% em relação ao 1º trimestre de 2017.

Recuou, também, o faturamento da área de GTD – Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica – (-3%), que vem se ressentindo da quebra do ritmo dos leilões verificada nos anos de 2015 e 2016.

Quanto ao nível de emprego, o setor eletroeletrônico encerrou o mês de março com 238,8 mil funcionários, 4,6 mil a mais do que o registrado no final do ano passado (234,2 mil). Observa-se que o número de empregados do setor vem aumentando nos últimos três meses, consecutivamente.

Mercado Oficial

No que se refere ao mercado internacional, as exportações ainda não mostraram sinais de recuperação, retraindo 4% em relação ao igual período de 2017.

Mercado Oficial

As importações aumentaram 15%, com incremento de 20% nos Componentes Elétricos e Eletrônicos, refletindo a retomada da atividade econômica.

Importação


Perspectivas

As expectativas são otimistas para o ano de 2018. A melhoria das condições econômicas do País, como controle da inflação, redução da taxa de juros, juntamente com a previsão de crescimento do PIB de 3% para este ano, vem elevando a confiança do empresário industrial.

Para 2018, a média das projeções da indústria eletroeletrônica é de crescimento 7% na comparação com o ano de 2017, com incremento em todas as áreas. Dessa forma o faturamento do setor atingirá R$ 145,4 bilhões.

As exportações devem aumentar 6%, somando US$ 6,2 bilhões, e as importações devem crescer 7%, alcançando US$ 31,8 bilhões.

Com isso, o déficit da balança comercial de produtos do setor deverá ter incremento de 8% neste ano, registrando US$ 25,6 bilhões.

O número de empregados no setor deverá ter incremento de 2%, passando de 234 mil funcionários, no final de 2017, para 240 mil, em dezembro de 2018.

A utilização da capacidade instalada aumentará de 77%, no final de 2017, para 80% em dezembro de 2018.

E os investimentos devem registrar acréscimo de 10%, somando R$ 2,76 bilhões.

Número de Empregados

 

Informações Adicionais

Luiz Cezar Elias Rochel

Gerente de Economia

11 2175-0030

Informações Imprensa

Jean Carlo Martins

Assessor de Comunicação

11 2175-0099

 
 
Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Escritório Central: Avenida Paulista, 1313 - 7º andar - 01311-923 - São Paulo - SP
Fone: 11 2175-0000 - Fax: 11 2175-0090